Tudo Bahia
Portal de Notícias

Preço da gasolina deve continuar subindo; média ultrapassa R$ 6

Preço da gasolina continua subindo em todo o país. Forma de atuação da Petrobras e câmbio colaboram no aumento dos valores nas bombas dos postos.

O preço da gasolina bateu recorde no Brasil. A média de valor do combustível ultrapassou os R$ 6,00 após uma alta registrada de 1,45% na primeira quinzena do mês de junho. Os dados são de um levantamento da ValeCard.

Para piorar, a tendência apontada é a de que os valores continuarão subindo ao longo do ano, pois a Petrobras utiliza os preços dos mercados internacionais para determinar os valores internos. Portanto, ainda não é possível dizer quando a gasolina irá parar de subir nas bombas dos postos.

Preço da gasolina: média ultrapassa R$ 6

De acordo com a pesquisa realizada pela ValeCard, as maiores altas no preço da gasolina nos últimos meses (junho e julho) foram registradas no Amazonas (5,57%), Amapá (4,99%) e Rio Grande do Norte (4,46%). Por outro lado, o Mato Grosso teve elevação de apenas 0,56%, a menor do Brasil.

A menor média de preço nas capitais do país foi registrada em Curitiba (R$ 5,43), sendo que o maior preço é da cidade do Rio de Janeiro com R$ 6,37 de média.

Ainda na pesquisa, foi feito o estudo sobre o etanol, combustível muito utilizado no país e visto como alternativa por muitos motoristas. No entanto, a prática de preços do etanol faz com que ele não compense em relação à gasolina. De todos os estados do país, somente o Mato Grosso apresenta valores onde é mais vantajoso abastecer com álcool.

Preço da gasolina seguirá subindo

Como a Petrobras segue a política de preços de preço internacionais e o barril vem sofrendo com seguidas altas após a pandemia, a tendência é que a alta continue. Somente entre os meses de junho e julho, o custo do barril de petróleo subiu 10% no mercado.

Para piorar, o país vem sofrendo com uma grande desvalorização do real. A moeda brasileira foi uma das que mais perderam poder de compra durante a pandemia. Como o barril de petróleo é negociado em dólar, os valores para os brasileiros se tornam automaticamente mais salgado. A moeda americana vem se estabilizando acima dos R$ 5.

Portanto, a não ser que o governo federal pressione por algum tipo de mudança na prática dos preços, alguns especialistas já apontam que o valor médio do combustível pode chegar perto dos R$ 7 até o fim do ano.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais