Tudo Bahia
Portal de Notícias

Bolsa do Povo Educação de R$ 500: inscrições até sábado (31/07)

Estão abertas as inscrições para o programa Bolsa do Povo Educação, que irá selecionar 20 mil responsáveis de alunos da rede estadual de ensino de São Paulo, para prestar apoio geral às escolas estaduais. As inscrições poderão realizadas até sábado, 31 de julho de 2021.

O benefício oferecido no programa será de R$ 500 mensais por até seis meses. Os selecionados irão atuar principalmente no acompanhamento de protocolos sanitários, garantindo o retorno presencial seguro para estudantes, professores e demais funcionários.

Como se inscrever no programa?

Os interessados devem solicitar inscrição no site do Bolsa do Povo. Ao acessar o endereço eletrônico, clique em “Educação” e depois em “Se Inscrever”.

A medida faz parte de uma série de anúncios do Governo do Estado de São Paulo para o enfrentamento das condições adversas geradas por conta da pandemia do coronavírus. Para participar, é preciso atender aos seguintes requisitos:

  • Ter entre 18 e 59 anos;
  • Ser responsável legal por aluno da rede estadual (um responsável por família);
  •  Estar desempregado há pelo menos três meses;
  • Morar próximo à unidade escolar (raio de dois quilômetros).

Bolsa do Povo Educação: o que é?

O Bolsa do Povo Educação tem como objetivo auxiliar as famílias a superar os desafios educacionais e financeiros provocados pela pandemia e ampliar o envolvimento de toda a comunidade escolar. Assim, espera-se reforçar vínculos entre alunos, responsáveis, professores e servidores da educação.

Eles vão para apoiar as escolas, sobretudo no acompanhamento dos protocolos sanitários e considerando a pandemia de COVID-19, com objetivo de:

  • Fortalecer a participação das famílias nas escolas;
  • Intensificar as estratégias de busca ativa dos estudantes para o retorno e permanência no ambiente escolar;
  • Garantir o cumprimento dos protocolos sanitários durante a pandemia de COVID-19;
  • Diminuir os impactos da pandemia de COVID-19.

Após as inscrições, os candidatos serão entrevistados pelas próprias unidades de ensino e as contratações serão realizadas a partir de 16 de agosto de 2021.

A seguir, confira os critérios principais de classificação:

  • Estar em situação de pobreza ou extrema pobreza;
  • Ser responsável familiar e estar cadastrado no CadÚnico;
  • Ter filho estudando na escola de interesse;
  • Proximidade entre endereço residencial e escola;
  • Maior idade.
LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais