Tudo Bahia
Portal de Notícias

Como fica o teto dos benefícios do INSS? Confira o valor definido

Aqueles que recebem acima de 1 salário mínimo tiveram correção de 10,16%. Em 2021, o reajuste foi de 5,45%.

Após o anúncio do índice inflacionário feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em conjunto com o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), o teto para aposentados e pensionistas do INSS teve reajustes que elevaram para R$ 7.087,22. Aqueles que recebem acima de 1 salário mínimo tiveram correção de 10,16%.

Em 2021, o reajuste foi de 5,45%, o que demonstra a escalada da inflação para 2022 e um aumento quase do dobro. Vale lembrar que estes novos valores deverão ser confirmados pelo governo federal após publicação no Diário Oficial da União. Os reajustes para beneficiários do INSS que recebem acima do piso é promovido por intermédio da Lei 8.213, promulgada em 1991.

Existe um reajuste diferente para quem passou a receber sua aposentadoria ou pensão a partir de fevereiro do ano passado. Assim, os reajustes vão variar conforme o primeiro mês de concessão do benefício, que deverão ser informados pelo governo. Aqueles que recebem acima de 1 salário mínimo receberão o pagamento a partir de 01 de fevereiro e as respectivas datas devem seguir o final do cartão do benefício.

Quem recebe até 1 salário mínimo teve um reajuste um pouquinho maior de 10,18%. Até porque essa quantia é definida sempre baseada no reajuste do salário mínimo. Para 2022, o salário mínimo será de R$ 1.212,00, conforme já definido pelo governo federal. Quem recebe os benefícios do INSS por incapacidade terá o mesmo reajuste de 10,16%.

Para o público que recebe até 1 salário mínimo, os pagamentos terão início em 25 de janeiro.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais