Tudo Bahia
Portal de Notícias

Pirataria digital aumenta durante o isolamento social

Ficar em casa pode ser bastante entediante. Para se distrair, muitas pessoas optam por baixar filmes e séries, fazendo a pirataria digital crescer no mundo.

A pandemia de coronavírus fez a população de muitos países entrarem em quarentena como medida de combate à doença. Por causa do isolamento social, várias pessoas estão reclusas em casa com mais tempo livre para lazer. Uma das formas mais comuns de distração é assistir séries e filmes na internet e, para isso, há quem recorra à pirataria digital. Ou seja, adquirem um produto não-original/copiado por meios ilegais.

Hoje existiem plataformas pagas que detém o direito sobre as películas com preços acessíveis, como o Amazon Prime Video e a Netflix. No entanto, tem quem prefira assistir de graça e fazer o download dos vídeos em sites clandestinos. De acordo com informações da firma Muso, os sites de streaming e download ilegal tiveram um aumento expressivo de acessos em diferentes países.

A Netflix publicou recentemente comemorando o aumento no número de assinantes. A plataforma ganhou 15,8 milhões de novos assinantes nos três primeiros meses de 2020. Tendo isso em vista, a equipe está acompanhando os dados da pirataria digital e avisou em relatório que quanto “mais países são colocados em isolamento, a demanda por conteúdo de pirataria vai continuar crescendo”.

Nos Estados Unidos, por exemplo, a pirataria digital aumentou em 41,4%, enquanto na Itália subiu para 66%. Os acessos vêm crescendo desde o mês de março e, curiosamente, a busca é maior por filmes do que por séries de TV, segundo o The Hollywood Reporter. Na Alemanha a porcentagem é de 35,5%, 42,5% no Reino Unido e 50,4% nas Espanha. Esses são números recorde.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais