Tudo Bahia
Portal de Notícias

Qualidade do ar é melhor durante isolamento social

O isolamento social traz reflexos positivos para o meio ambiente, até a qualidade do ar melhorou.

No Brasil, foi observada em diversas capitais a redução dos níveis de poluentes e uma melhora significativa da qualidade do ar após o início da quarentena no país. A cidade de São Paulo, maior centro econômico do país, por exemplo, registrou uma queda dos índices de monóxido de carbono.

Na cidade do Rio de Janeiro foi identificada a redução nos índices de dióxido de nitrogênio no ar, em razão do isolamento social. A redução do composto, de acordo com estações meteorológicas, foi de até 77% no mês de março.

Em outras importantes capitais do país, como Curitiba e Belo Horizonte, também foram observadas a diminuição de poluentes na atmosfera.

Desaceleração global contribui na qualidade do ar

Toda essa nova forma de viver impactou positivamente o meio ambiente como um todo. Não só houve melhora na qualidade do ar em diversas cidades pelo mundo, mas os animais puderam circular livremente e ocupar espaços.

Animais silvestres, que normalmente se limitavam a ficar em seus habitats, vêm sendo vistos explorando cidades e locais onde não há grande concentração humana que, devido à pandemia, está em casa.

Apesar disso, a maior diferença e efeito positivo para o meio ambiente está na atmosfera. No mundo todo as diferenças já podem ser notadas.

Muitas empresas já vinham se precavendo no intuito de ter cuidado com a poluição emitida ao ambiente e, por isso, investem em filtros e outros mecanismos para diminuir a poluição. Apesar disso, a diminuição brusca de poluentes nesse momento na atmosfera acontece pela redução de atividade e circulação de pessoas.

Os carros não estão mais nas ruas, o fluxo das fábricas vem diminuindo, dentre outras variáveis. Com isso, pode-se perceber que o meio ambiente vem colhendo os melhores frutos do isolamento social.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais