Tudo Bahia
Portal de Notícias

Coreia do Sul usa robô barista para servir os clientes

A ideia de utilizar um robô barista num café em Daejeon surgiu como forma de manter o distanciamento social entre funcionários e clientes.

A pandemia de coronavírus exigiu uma adaptação da população mundial para conter a doença. Após conseguir controlar o contágio pelo vírus, a Coreia do Sul está transformando o distanciamento social em “distanciamento da vida diária”. Dessa forma, aos poucos o país está voltando ao normal. Tendo isso em vista, um café na cidade de Daejeon está utilizando um robô barista para servir os clientes.

Para tanto, a máquina tem um sistema de voz para se comunicar, receber os pedidos e servir as mesas, traçando o melhor trajeto até elas. Assim, ao pegar sua bebida, o garçom androide diz frases como “aqui está o seu café com leite e amêndoas Rooibos, por favor, aproveite”. O sistema ainda utiliza um braço robótico capaz de fazer 60 tipos de café.

O desenvolvedor do robô barista é Lee Dong-Bae, diretor de pesquisa da Vision Semicon. Ele acredita que a máquina pode ajudar a manter o distanciamento social em locais públicos. Por isso, junto com o Instituto de Ciências Estatal, seu plano é fornecer atendentes robóticos para pelo menos 30 cafeterias ainda em 2020.

No café de Daejeon, que possui dois andares, o único funcionário humano é responsável pelos serviços de limpeza e por recarregar os ingredientes das máquinas.

Desde o estouro da COVID-19 na Coreia do Sul, mais de 11 mil pessoas foram infectadas e 267 morreram pela doença. O governo sul-coreano não instituiu uma quarentena oficial, mas criou regras do uso de máscaras em todos os lugares e distância de 2 metros entre as pessoas nos locais públicos. Além disso, o país contou com o maior número de testes do coronavírus, conseguindo rastrear os doentes e separá-los para evitar o contágio.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais