Tudo Bahia
Portal de Notícias

NASA identifica mais de 5 mil planetas fora do Sistema Solar

A notícia entusiasmou cientistas, estudiosos e, claro, amantes de teorias da conspiração.

Uma grande marca: O contador planetário da Nasa ultrapassou a marca de 5 mil planetas localizados fora do sistema solar, também chamados de exoplanetas. Esses astros são computados pelo Arquivo de Exoplanetas da Nasa. O registro admite apenas mundos estudados em artigos científicos revisados ​​por pares e com confirmação de diversos métodos de detecção ou técnicas analíticas.

Segundo a Nasa, entre os mais de 5 mil planetas já encontrados, existem mundos pequenos e rochosos como a Terra. E, ainda, planetas gasosos gigantes maiores que Júpiter, o maior planeta do sistema solar.

Com o anúncio, a empresa observou que, nos últimos 30 anos, houve uma ampliação nos conhecimentos sobre o universo, que anteriormente estavam restritos ao sistema solar.

Os primeiros planetas fora do nosso sistema foram descobertos em 1992. O feito coube aos astrônomos Alexander Wolszczan e Dale Frail. Os mundos encontrados tinham 4,3 e 3,9 vezes a massa da Terra e giravam em torno de uma estrela morta conhecida como Pulsar, um cadáver estelar que gira rapidamente.

Já o terceiro exoplaneta, descoberto em 1994, era bem menor que a Terra, com 0,02 vezes a massa do nosso planeta. O nome dos três mundos respectivamente é: Poltergeist, Phobetor e Draugr.

Desde então, houve grande esforço da empresa para documentar astros para além do sistema solar. A descoberta mais recente de novos 65 exoplanetas fez ultrapassar a marca dos 5 mil. Apesar do enorme escopo, todos têm uma caraterística comum com a Terra: giram em torno de uma estrela.

Ainda assim, há muito para descobrir sobre cada um desses planetas. Por isso, cientistas e máquinas continuam a caçada pelo conhecimento. No entanto, o novo marco, graças ao telescópio espacial James Webb e do futuro Nancy Grace Roman, com certeza abre espaço mais estudos sobre o universo e, claro, para novas teorias da conspiração.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais