Tudo Bahia
Portal de Notícias

8 coisas que grávidas não podem fazer; confira a lista

Doar sangue, fazer tatuagem e automedicar-se são algumas dessas coisas. Veja a lista completa.

A gravidez é um momento único e especial para muitas mulheres, já que elas estão gerando uma vida. E, por estarem trazendo uma pessoa ao mundo, essas mulheres repensam sobre hábitos da rotina – alterando-os, se necessário – e colocam a sua saúde e a do bebê em primeiro lugar, para evitar que o desenvolvimento dessa nova vida seja afetado.
Sabendo disso, listamos 8 coisas que as grávidas não podem fazer. Confira.

1. Fazer exercício físico sem orientação médica

O exercício físico é importante para as grávidas, no entanto, a prática deve ser acompanhada por um profissional. A dica é consultar um médico logo no início da gravidez, para verificar a possibilidade de praticar atividades físicas e entender qual melhor atende às necessidades da gestante.

A recomendação é optar por exercícios mais leves, como ioga, pilates, danças ou corridas curtas.

2. Tomar alguns tipos de vacinas

Vacinas como a de BCG, tríplice viral, caxumba e sarampo são proibidas para gestantes. Isso porque elas possuem em sua composição o vírus vivo, que pode levar à má-formação do feto, ou, em casos mais graves, ao aborto.

Por esse motivo, é necessário sempre procurar um médico para saber quais as vacinas tomar durante a gravidez.

3. Doar sangue

Quando grávidas, é normal as mulheres sofrerem com anemia. Essa condição é causada pelo maior volume de plasma sanguíneo e alterações nos glóbulos vermelhos, que ocorrem para garantir o fornecimento dos nutrientes para o desenvolvimento e crescimento saudável do bebê.

Então, ao doar sangue, o organismo da gestante é obrigado a repor os nutrientes e as células sanguíneas. No entanto, às vezes, essa reposição não é imediata, o que pode trazer prejuízos à mulher grávida e ao feto.

4. Comer alimentos crus

As grávidas tendem a ficar com imunidade baixa, fazendo com que o corpo não consiga combater bactérias e infecções que possam causar intoxicação alimentar ou reações que podem trazer prejuízos a gestação. Por isso, é necessário evitar o consumo de alimentos crus ou malcozidos.

5. Automedicar-se

A automedicação não deve ser feita por ninguém, seja por uma gestante ou não. Mas, para as grávidas, existem medicações que contêm substâncias que podem ser prejudicais para a formação do feto.

Por isso, a dica é sempre procurar orientação de um médico sobre qual medicação tomar em determinados casos e quais devem ser evitadas durante a gravidez.

6. Ingerir bebida alcoólica

A ingestão de bebida alcoólica durante a gravidez, mesmo que em pouca quantidade, pode prejudicar o desenvolvimento do feto. Isso porque o álcool presente nessas bebidas é uma substância tóxica.

7. Consumir cafeína em excesso

As grávidas devem consumir cafeína de forma moderada. O recomendado de consumo de café, por exemplo, é cerca de uma ou duas xícaras de chá por dia.

O consumo excessivo de cafeína pode aumentar os sintomas de azia, tão comuns nas gestantes, mesmo naquelas que não costumam ingerir a substância, seja por meio de café, chocolate e chás.

8. Fazer tatuagem

As grávidas não podem fazer tatuagem, porque o procedimento pode provocar o desenvolvimento de alergias, aumentar o risco para hepatite B e HIV, caso o estabelecimento não siga as regras de segurança e higiene corretamente.

A recomendação é a mulher aguarde, pelo menos, o prazo de 40 dias após o parto para fazer uma tatuagem.

Recado importante: o conteúdo contido neste texto é meramente informativo. Assim, em caso de dúvida, o melhor sempre é procurar um obstetra de sua confiança.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais