Tudo Bahia
Portal de Notícias

6 alimentos que podem “roubar” o cálcio dos seus ossos; confira a lista

Sabia que algumas coisas que você come podem diminuir os níveis de cálcio dos seus ossos?

Você já deve ter ouvido falar a respeito de alguns alimentos que prejudicam a saúde dos ossos, não é mesmo? Isso acontece porque certos itens diminuem a absorção de cálcio pelo organismo, e ainda que isso possa nos levar à ideia de que é preciso cortar esses alimentos da dieta, não é bem assim que acontece.

O segredo é equilibrar o consumo e evitar consumir, na mesma refeição, alimentos ricos em cálcio, como leite e folhas verdes, com ingredientes que dificultam a absorção desse nutriente.

Alimentos que comprometem a absorção do cálcio

1 – Sal

O sódio presente no sal é conhecido por aumentar a eliminação de cálcio através da urina. Pessoas com problemas ósseos podem se beneficiar de uma dieta com menos sal — uma dica boa é deixar de colocar esse tempero nas saladas e em outros preparos.

2 – Café

A sua xícara de café com leite é, na verdade, um grande paradoxo. O leite é rico em cálcio, mas o café é um dos alimentos que interfere negativamente na absorção desse nutriente devido à alta concentração de cafeína.

Ainda assim, não é preciso deixar de tomar seu cafezinho. O importante é não consumir mais de três xícaras ao longo do dia.

Os refrigerantes de cola, que também têm cafeína, devem ser consumidos em moderação pelo mesmo motivo.

3 – Chocolate

Essa delicia é fonte de cafeína e também de ácido oxálico, uma substância que ajuda a eliminar cálcio pelas fezes. Não precisa deixar de comer seu chocolatinho, mas, sempre que possível, prefira as versões com alto teor de cacau — o cálcio continuará sendo um problema, mas pelo menos esse tipo de chocolate tem ação antioxidante.

4 – Gorduras

Alimentos como a manteiga e as carnes mais gordurosas também roubam o cálcio do corpo. Os culpados são os ácidos graxos saturados de cadeia longa, que ajudam a eliminar o nutriente pelas fezes.

5 – Proteínas em excesso

O cálcio é necessário para processar a proteína dos alimentos, por isso uma dieta com proteínas em excesso é prejudicial. Em média, uma pessoa adulta não atleta deve consumir entre 0,8 a 1 g de proteína por quilo do seu peso ao longo do dia.

6 – Ferro em excesso

O ferro e o cálcio são absorvidos de forma parecida pelo corpo e, quando há muito mais ferro do que cálcio, esse segundo nutriente acaba em desvantagem. Isso é bastante raro, no entanto, já que a maioria das refeições tem mais cálcio do que ferro.

O segredo, quando falamos em alimentação, é buscar o equilíbrio.

Para saber qual é a dieta mais indicada para o seu caso, o ideal é marcar uma consulta com um profissional da área de nutrição. Este texto tem caráter apenas informativo.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais