Tudo Bahia
Portal de Notícias

Firefox prepara uma grande mudança para os usuários; entenda

Firefox: mudança do mecanismo de busca para o da Microsoft Bing deve ser feita apenas como testes para 1% dos usuários.

A empresa Mozilla, dona do Fifefox, está preparando mudanças no seu mecanismo de busca padrão. Mas, calma, a alteração será temporária e válida, por enquanto, apenas como experimento para 1º dos seus usuários.

O teste, que começa em setembro de 2021, será com o Bing, o buscador da Microsoft, implementado na versão para desktop do browser. O estudo acabará, provavelmente no final de janeiro de 2022.

Ainda não se sabe se os testes indicam uma possível e futura mudança no padrão de mecanismo de busca para todos. Até porque, o acordo de parceria entre a Mozilla e o Google foi renovado em 2020, tendo uma vigência de três anos.

Resposta da Mozilla

Em comunicado, a Mozilla ressaltou que o procedimento servirá como “parte da otimização da experiência do Firefox”. Acrescentou que estudos como esses acontecem regularmente na organização.

Sabemos que o Google investe muito na adoção de seu buscador em grande parte dos navegadores pelo mundo. Dessa forma, o estudo pode sinalizar apenas que, embora, futuramente, o Bing possa ser padronizado no Firefox, dificilmente conseguirá absorver grande fatia do mercado.

A realidade ainda é desfavorável para a Microsoft. Estatísticas apontam que 90% de todas as buscas na web são feitas pelo Google. O Bing fica apenas com cerca de 2,5% das preferências.

Como configurar o padrão do Firefox?

A Mozilla deixou claro, no entanto, que os testes com o Bing não impedirão os usuários de retornarem à configuração do buscador do Google. As configurações não serão bloqueadas.

Para fazer isso na versão em português, vá em Configurações, depois clique em Pesquisa > Mecanismo de pesquisa padrão > selecione Google. Vale ressaltar que o procedimento inverso (trocar o Google pelo Bing) segue ativo para qualquer usuário, independente desses testes.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais