Tudo Bahia
Portal de Notícias

Professores baianos aprendem a lidar melhor com isolamento social

Programa de Atenção à Saúde e Valorização do Professor promove oficinas para grupos de professores baianos e também acompanhamento individualizado.

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC) proporcionou uma equipe de psicólogos para orientação de professores baianos durante o período de pandemia da COVID-19. O Programa de Atenção à Saúde e Valorização do Professor já realizou, ao longo de 2020, uma série de oficinas virtuais com temas sobre saúde mental. Com temas como “Trabalhando as Emoções”, “Inteligência Emocional” e “Autocuidado e acolhimento emocional”.

As atividades envolvem, além das orientações, debates e indicações de terapias para o bem-estar dos professores. Elas são agendadas pela coordenação do programa de acordo com as demandas. As escolas baianas que possuem interesse em agendar as oficinas podem enviar um email de solicitação para saudeprofessor@enova.educacao.ba.gov.br.

Além das oficinas coletivas, os professores e servidores baianos podem solicitar atendimento psicológico individual. Para isso é necessário informar matrícula, nome completo, escola onde trabalha e qual será o tipo de atividade (oficina ou atendimento particular).

Cuidados com a saúde mental de professores baianos

“Mesmo neste período de férias do magistério, o programa continua realizando as oficinas, assim como os atendimentos individualizados, com uma perspectiva educativa direcionada à prevenção e promoção à saúde. Destacamos os cuidados que o Estado tem através da superintendência de Recursos Humanos da SEC, tendo este olhar e cuidado de acolhimento e orientações”, afirmou a superintendente de Recursos Humanos do programa, Maria Rosário Muricy.

Segundo a psicóloga Jaqueline Noronha, que faz parte do atendimento às escolas da capital, as orientações são sempre focadas na prevenção ao adoecimento dos professores baianos. “Nossa intervenção está sendo sempre nas estratégias de prevenção ao adoecimento psicológico, dando instrumentos de como as pessoas devem se posicionar com relação às inquietações, aos medos e às angústias que têm aparecido em decorrência do coronavírus”, disse.

Jaqueline continua: “Para as pessoas que moram sozinhas, o ideal é usar as redes sociais para tentar se fazer presente e, à medida que for possível, marcar encontro com um amigo, utilizando os devidos equipamentos de proteção, como forma de redução de danos do campo emocional. Já quem mora com um número maior de pessoas, o ideal é lembrar que cada ser humano é dono de uma subjetividade e tentar respeitar esse espaço interno”.

Programação

  • Segunda-feira, 16 de novembro de 2020 – as oficinas contemplarão estudantes e professores das escolas localizadas em Juazeiro, Macaúbas e Ibipitanga.
  • Terça-feira, 17 de novembro de 2020 – a atividade continua com outras unidades escolares de Macaúbas.
  • Quarta-feira, 18 de novembro de 2020 – será a vez das escolas de Senhor do Bonfim, Salvador e Região Metropolitana, Rio do Pires e, também, Macaúbas.
LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais