Tudo Bahia
Portal de Notícias

Aposentadorias e benefícios sociais podem ficar ameaçados; entenda

O Congresso Nacional ainda não criou a Comissão Mista de Orçamento (CMO), que é responsável pelos debates a respeito da lei orçamentária anual. Com essa indefinição, as aposentadorias e benefícios sociais se tornam uma incógnita para o ano de 2021. Até porque a ausência da CMO impede que o governo realize quaisquer gastos públicos, incluindo aqueles que são obrigatórios.

Acompanhe a matéria completa e fique por dentro de mais detalhes sobre o assunto. Não se esqueça de conferir outros conteúdos de nosso site. Veiculamos as principais notícias nacionais e internacionais!

Sem CMO, aposentadorias e benefícios sociais podem ficar à deriva

O que vai acontecer se a Comissão Mista de Orçamento não for devidamente aprovada pelo governo brasileiro? O país poderá começar 2021 sem a aprovação de dois importantes regulamentos:

Esse fato inédito, que compromete as aposentadorias e benefícios sociais, está ocorrendo devido à negociação interna para a formação da mesa diretora das casas legislativas. Por conseguinte, o atraso também foi ocasionado pela eleição dos principais postos da Câmara dos Deputados e do Senado Federal.

O presidente do Congresso Nacional, o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), já foi informado a respeito da situação. Neste mês de outubro, ele forneceu o prazo de uma semana para que os líderes dos partidos definissem a CMO. No entanto, os parlamentares não chegaram a nenhum acordo específico.

Bolsonaro diz que auxílio emergencial não vai durar muito tempo

Na última segunda-feira (19/10), Jair Bolsonaro afirmou que as parcelas do auxílio emergencial causaram dívidas nos cofres públicos. O presidente disse que o benefício não deverá continuar para além de dezembro de 2020.

“Eu sei que R$ 600 é pouco para quem recebe, mas é muito para o Brasil. São R$ 50 bilhões por mês e tem que ter responsabilidade para usar a caneta Bic. Não dá para ficar muito tempo mais com esse auxílio porque realmente esse endividamento é monstruoso, mas o Brasil está saindo da crise, pelo que os números estão mostrando o Brasil está saindo da crise”, Bolsonaro argumentou.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais