Tudo Bahia
Portal de Notícias

Golpe da maquininha cresce em 2021; veja como se proteger

Um dos golpes mais aplicados em 2021 é o da maquininha de cartão. Saiba como funciona e entenda como não cair no golpe.

De fato, os golpes estão ocorrendo com muito mais frequência. Um dos mais aplicados é o da maquininha. De acordo com dados do Procon, o aumento dos golpes utilizando a maquininha de cartão aumentou cerca de 160% em 2021, tendo em vista o ano passado.

É um golpe que demanda muita agilidade dos estelionatários. As pessoas tendem a comprar mais por meio dos aplicativos de vendas, sobretudo por conta da crise sanitária imposta pelo coronavírus. O entregador convence o cliente a fazer o pagamento fora da plataforma, sempre alegando uma taxa extra ou coisa semelhante.

Uma segunda pessoa entra em contato com o cliente, passando-se por funcionário da empresa. Quando o suposto entregador chega para que o cliente realize o pagamento, a máquina apresenta um “defeito”. O criminosos, então, mostra a comprovação via celular. Mas, na verdade, o valor pago é superior e ele desaparece após lesar a vítima.

Dicas para evitar cair no golpe da maquininha

O Procon SP aconselha a tomar algumas medidas que são eficazes para evitar ser vítima do golpe da maquininha. Entre essas medidas, é aconselhável não fazer pagamentos fora da plataforma. Raramente, a empresa irá solicitar que seja feita qualquer transação nesse sentido. Recuse sempre pagamento em que a tela da maquininha apresente defeito.

Também é aconselhável desconfiar do vendedor que exige uma taxa extra para a entrega do produto adquirido. As empresas, geralmente, já realizam a entrega incluso na compra pelo aplicativo. Em caso de ser vítima de um golpe, é possível registrar a reclamação através do site ou aplicativo do Procon do seu estado.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais