Tudo Bahia
Portal de Notícias

Corpus Christi: conheça a história por trás dessa data comemorativa

O objetivo da data é celebrar o mistério da eucaristia, o sacramento do corpo e do sangue de Jesus Cristo.

Corpus Christi é o nome de uma importante celebração do calendário festivo da Igreja Católica. A expressão é originária do latim que, em português, significa “corpo de Cristo”. Assim, o nome escolhido para essa festividade já sugere o seu objetivo: celebrar o mistério da eucaristia, o sacramento do corpo e do sangue de Jesus Cristo.

A celebração de Corpus Christi acontece sempre 60 dias após a Páscoa e obrigatoriamente em uma quinta-feira. Isso porque a Última Ceia ocorreu em uma quinta-feira, segundo a tradição.

Outro fato importante para o estabelecimento da data é o Domingo da Santíssima Trindade. Na quinta seguinte a esse domingo, é comemorado Corpus Christi.

Conheça a história por trás do Corpus Christi

A comemoração do Corpus Christi tem início no século 13, mais precisamente, em 1264, durante o pontificado de papa Urbano IV. A criação da festividade foi influenciada pelos relatos de Juliana de Mont Cornillon, uma freira belga que nasceu nas proximidades da cidade de Liège, em 1193.

Segundo os relatos da freira, ela tinha visões e sonhos nos quais traziam uma mensagem divina acerca da importância de se criar uma festa que celebrasse o sacramento da eucaristia. Esses relatos então fizeram com que o bispo da diocese de Liège, Roberto de Thourotte, autorizasse a realização de uma celebração no ano de 1247.

Os relatos da freira Juliana também chamaram a atenção de outro membro da igreja em Liége: o arcediago Jacques Pantaleon, que, em 1261, se tornaria papa sob o nome de Urbano IV que, como já dito, foi o responsável por oficializar a comemoração de Corpus Christi.

Mas outro fato também foi responsável por influenciar a criação da festividade. Segundo informações, em 1264, um sacerdote da Boêmia chamado Pedro de Braga foi a Roma para se encontrar com o papa Urbano IV.

Quando voltou à Boêmia, Pedro de Braga passou por Bolsena e lá realizou o sacramento da eucaristia. Durante o sacramento, fala-se que sangue começou a transbordar da hóstia consagrada.

Esse suposto milagre ficou conhecido como Milagre de Bolsena e rapidamente ficou conhecido na época, chegando inclusive aos ouvidos do papa Urbano IV, que, pouco tempo depois desse fato, oficializou a celebração de Corpus Christi. A partir daí a festividade logo se difundiria por outras localidades da Europa.

No Brasil, a tradição de comemorar Corpus Christi foi herdada dos portugueses ainda no período colonial. Uma prática muito comum nessa data é a produção de tapetes que representam imagens religiosas e acontecimentos importantes para o catolicismo. Esses tapetes são produzidos a partir de vários produtos, como serragem, areia, borra de café, entre outros.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais