Tudo Bahia
Portal de Notícias

Concurso INSS para médico Perito: Secretaria confirma pedido

Atenção concurseiros! Houve um pedido para a realização de um concurso INSS para Médico Perito. A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia confirmou que a solicitação foi feita e está sendo avaliada.

O curioso é que o pedido não foi feito pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A ideia partiu da Subsecretaria da Perícia Médica Federal, responsável por cuidar de todos os profissionais da área e defender seus interesses. Portanto, com um déficit de servidores, o órgão enviou a solicitação de um concurso INSS para Médico Perito.

Mesmo com a confirmação de que o pedido foi feito, não há a determinação de quantas vagas foram solicitadas e nem para quais regiões seriam destinadas caso o Ministério da Economia aprovasse o certame.

No entanto, o documento aponta que a Subsecretaria da Perícia Médica Federal seguiu as novas regaras estabelecidas pelo governo federal para a realização de novos concursos públicos.

Vale ressaltar que o governo federal mudou algumas regras para que concursos sejam realizados, tornando os pedidos mais rígidos e burocráticos. A justificativa foi a contenção de gastos que precisará ser feita.

Com a pandemia provocada pelo novo coronavírus, o governo teve que abrir os seus cofres e gastou muito dinheiro em 2020, aumentando a dívida pública. Por isso, em 2021 e nos próximos anos, haverá um aperto nas contas.

Pedido da Procuradoria fez com que houvesse confirmação do pedido

Um pedido da Procuradoria da República (PR) fez com que o pedido do concurso INSS para Médico Perito fosse confirmado. A PR se envolveu no assunto por causa de um problema que ocorreu na cidade de Sete Lagoas, estado de Minas Gerais.

No município, a unidade da Previdência Social iria ficar sem um Médico Perito, pois ele iria se aposentar. A PR procurou a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho para saber quais providências seriam tomadas.

Ao responder o questionamento, o órgão confirmou a solicitação do certame, mas deixou claro que é preciso que o Ministério da Economia aprove o novo concurso.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais