Tudo Bahia
Portal de Notícias

Novo concurso da ANM é autorizado pelo Ministério da Economia

O Ministério da Economia autorizou, via portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU) na manhã desta terça-feira (23/11), o novo concurso da ANM.

Segundo o texto, a Agência Nacional de Mineração terá um processo seletivo com abertura de 40 vagas para o cargo de Técnico em Segurança de Barragens de Mineração.

O prazo para publicação do edital é de até seis meses, não foram feitas menções à remuneração do cargo.

Novo concurso da ANM pode ter mais vagas

Além das 40 vagas autorizadas pelo Ministério da Economia, o novo concurso da ANM poderá ter outras 150 vagas. A agência fez um ofício, pedindo ao Ministério da Economia o atendimento dessa demanda. As vagas adicionais seriam para o cargo de Especialista em Recursos Minerais, para diversas áreas, divididas da seguinte forma:

  • Engenheiro de Minas: 70 vagas;
  • Geólogo: 50 vagas;
  • Contador/Economista: 20 vagas;
  • Bacharel em Direito: 5 vagas;
  • Estatístico: 5 vagas.

O Tribunal de Contas da União (TCU) divulgou, em 2015, que a Agência Nacional de Mineração tinha um déficit de 1.300 cargos. Das vagas confirmadas é bom destacar que a contratação é temporária, a previsão é de que os contratos sejam de até quatro anos. Mas, a situação da ANM é preocupante, o órgão surgiu para substituir um outro – menor em sua atuação – o DNPM – Departamento Nacional de Produção Mineral.

Por conta disso e dos recentes desastres ambientais na mineração brasileira, a ANM chegou a solicitar um concurso, em 2018, pedindo por 598 aberturas de vagas, que acabou não sendo acatado. Com as seguintes especificações:

  • Analista Administrativo: 118 vagas;
  • Especialista em Recursos Minerais: 290 vagas;
  • Técnico Administrativo: 55 vagas.
  • Técnico em Atividades de Mineração: 135 vagas

No documento de solicitação, em 2018, a ANM justificou o pedido: “A entrada de novos servidores é urgente, visto que há um grande número de servidores aptos a se aposentarem, e é imperativo que ocorra a transferência de conhecimento setorial e específico relativo a distritos mineiros. Além disso, hoje há um reduzido quadro técnico especializado em algumas áreas, como por exemplo gestão de segurança de barragens”.

Último certame

Com o novo concurso da ANM em previsão se completam onze anos desde a última vez em que o órgão abriu um certame. Em 2009, a Agência Nacional de Mineração abriu um processo seletivo com 256 vagas, com cargos para níveis médio e superior. A banca avaliadora era o Instituto Movens e a seleção teve duas provas: uma objetiva e uma discursiva. A remuneração na época era de R$5.209, além das gratificações aos selecionados no concurso.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais