Tudo Bahia
Portal de Notícias

Concurso Ministério da Economia: comissão organizadora formada

Concurso Ministério da Economia já está com os trâmites encaminhados. O novo certame contará com 100 vagas imediatas para temporários.

O terceiro concurso Ministério da Economia está cada vez mais próximo de acontecer. As 100 vagas imediatas para nível superior já haviam sido autorizadas por meio da Portaria nº 21.566. Agora, a novidade é que a comissão organizadora já foi selecionada. Nesta quinta-feira (26), o documento foi publicado no Diário Oficial da União e prevê 90 dias para o grupo responsável pelos trâmites da seleção terminar seus trabalhos.

Segundo o texto, o prazo pode ser prorrogado por igual período. Dessa forma, é possível que o projeto básico do certame fique pronto até meados de abril de 2021. A comissão ainda deverá escolher a banca que irá organizar as todas as etapas, desde as inscrições até o resultado final. Considerando que os seletivos anteriores foram lançados antes do prazo previsto, este também pode sair logo.

Vagas confirmadas no concurso Ministério da Economia

As 100 vagas autorizadas são para funcionários temporários que possuam ensino superior completo. Até agora, não foi definido áreas específicas de graduação. Portanto, é possível que vários profissionais formados possam participar da seleção. As oportunidades serão distribuídas da seguinte maneira:

  • Coordenador de Análise de Prestação de Contas: 4 vagas;
  • Analista de Prestação de Contas: 48 vagas;
  • Agente de Apoio de Prestação de Contas: 8 vagas;
  • Analista de Instauração de Tomada de Contas: 40 vagas.

Apesar de não terem sido divulgadas as remunerações oficiais, acredita-se que Analistas devem ganhar em torno de R$ 3,8 mil. Enquanto Coordenador e Agente podem receber ganhos por volta de R$ 6 mil. Os números são baseados na lei que regulamenta o concurso Ministério da Economia. Ainda segundo a portaria, o prazo de contrato será de até quatro anos.

Outros certames em andamento

Antes desta seleção, o órgão lançou o primeiro edital de 2020 no mês de agosto organizado pelo Cebraspe. O documento oferecia 350 vagas temporárias para especialistas em:

  • Gestão de Projetos: 50 vagas;
  • Infraestrutura de Tecnologia da Informação: 50 vagas;
  • Ciência de Dados: 50 vagas;
  • Segurança da Informação e Proteção de Dados: 50 vagas;
  • Análise de Processos de Negócios: 50 vagas;
  • Experiência do Usuário: 50 vagas;
  • Desenvolvimento de Software: 50 vagas.

A remuneração oferecida pelo concurso Ministério da Economia foi de R$ 8.300. As jornadas de trabalho foram definidas em 40 horas semanais. O certame já está na fase de divulgação dos resultados finais.

Em outubro de 2020, foi lançado o segundo edital com 39 vagas imediatas também para nível superior. A oferta foi dividida em 37 vagas para profissionais do Direito e as outras duas para graduados em Arquivologia. Os candidatos deveriam ter experiência de três anos trabalhando na área pleiteada ou título de pós-graduação.

Os vencimentos oferecidos foram de R$ 6.130 para jornadas de 40 horas semanais de serviço. O certame tem o Cebraspe como banca organizadora. Agora, está na fase de heteroidentificação dos candidatos. Considerando que a empresa responsável pela organização das duas primeiras seleções, é provável que também seja escolhida para a que está prevista.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais