Tudo Bahia
Portal de Notícias

Agências dos correios vão ajudar no cadastramento do auxílio emergencial

Pessoas que não tenham acesso à internet podem fazer o cadastro do auxílio emergencial e tirar dúvidas nas agências dos correios.

Para solicitar e acompanhar o pedido do auxílio emergencial, as pessoas contarão com um novo canal. É o que foi anunciado pelo Ministério da Cidadania e quem não possui acesso à internet de casa poderá se dirigir às agências dos correios para ter ajuda no cadastramento.

A medida tem como objetivo transferir para a empresa os beneficiários que possuam dúvidas e precisem de esclarecimentos relacionadas ao auxílio emergencial. E, com isso, diminuir as filas nas agências bancárias.

As informações foram divulgadas durante reunião virtual realizada entre deputados e senadores, na última quinta-feira (07), pelo ministro Onyx Lorenzoni. A expectativa é de facilitar o acesso de trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI) e desempregados ao auxílio emergencial.

Dessa forma, além de ampliar os canais existentes para solicitar e buscar informações sobre o auxílio emergencial, a medida visa evitar a aglomeração de pessoas nas agências da Caixa Econômica Federal. Por isso, as agências dos correios devem ser liberadas, em breve, para atender ao público — o Ministério da Cidadania trabalha nisso.

Parceria com as agências dos correios

Essa medida faz parte do pacote de ações do governo federal para enfrentamento do novo coronavírus. Com a disponibilização do auxílio emergencial, muitos beneficiários tiveram que se expor nas agências da Caixa Econômica Federal para obter informações ou realizar os saques.

Em razão disso, várias outras medidas foram adotadas com intuito de reduzir as filas. Há a possibilidade, por exemplo, de realizar transferência do auxílio, sem cobrança de taxas, para mais 50 outros bancos.

Sobre a medida adotada de realiza uma parceria com as agências dos correios, o secretário executivo Antônio José Barreto informou por meio de nota que “a solução conveniada com os Correios, para aqueles que não têm alguém que ajude a cadastrar, ou seja, os ultravulneráveis, é para que ele consiga acessar uma rede complementar à da Caixa, que está numa grande missão, e permitir que a pessoa possa se cadastrar e acessar igual a todos que pediram pelos meios digitais”.

Por isso, em breve, o atendimento nas agências dos correios devem estar disponíveis.

Acompanhe o seu pedido do auxilio emergencial!

Auxílio emergencial

O auxílio emergencial é um benefício concedido pelo governo federal, que tem objetivo de ajudar os brasileiros durante a pandemia do novo coronavírus.

O auxílio pode ser solicitado por:

  • Maiores de 18 anos;
  • Quem não tenha emprego formal;
  • Quem não seja titular de benefício previdenciário ou assistencial, beneficiário do seguro-desemprego (em vigor) ou de programa de transferência de renda federal;
  • Inscrito no CadÚnico ou no Bolsa Família;
  • Cidadão com renda mensal per capita de até meio salário mínimo ou a renda mensal familiar de até três salários mínimos;
  • Microempreendedor individual (MEI), contribuinte individual do Regime Geral de Previdência Social que trabalhe por conta própria ou trabalhador informal (sem carteira assinada).
LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais