Tudo Bahia
Portal de Notícias

Orçamento 2021: Governo pretende contratar 50 mil servidores

A maioria das contratações previstas no Orçamento 2021 são para o Poder Executivo. Entre os servidores estarão Professores, Militares e Bombeiros.

A proposta de Orçamento 2021, que foi enviada ao Congresso Nacional em agosto de 2020, ainda precisa ser aprovada. Já se sabe que o texto prevê a contratação de 50 mil servidores nos três Poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário). No entanto, a Comissão Mista de Orçamento que irá analisar as proposições ainda não foi definida.

Sendo assim, é provável que a aprovação ainda demore e leve o governo a suspender gastos no próximo ano. A maioria das vagas que podem ser disponibilizadas são para o Poder Executivo, totalizando 48,1 mil servidores a serem contratados em 2021. Esse número está dividido entre:

  • Professores pelo Ministério da Educação: 33,8 mil;
  • Militares egressos das academias: 1,1 mil;
  • Policiais e Bombeiros do Distrito Federal: 1 mil.

Outras vagas previstas

Além dos 50 mil servidores previstos, há ainda 12,2 mil “cargos vagos”. Esses são funções e gratificações a serem preenchidas exclusivamente por funcionários públicos ou cargos de comissão de livre provimento. A contratação dentro dessas vagas só é possível por causa de um parecer da Advocacia Geral da União (AGU).

No texto publicado em junho, a AGU analisa as ressalvas da Lei Complementar (LC) 173, que proíbe a contratação de novos servidores, bem como o aumento de salários do funcionalismo até o fim de 2021. A restrição passou a ser válida a partir de 28 de maio de 2020. Entretanto, o preenchimento dos 12,2 mil cargos foi autorizado antes de a LC começar a valer.

Despesas calculada no Orçamento 2021

O cálculo enviado em agosto pelas Consultorias de Orçamento Fiscalização Financeira da Câmara e do Senado previa reposição para professores e novos cargos das Forças Armadas. De acordo com o Orçamento 2021, a autorização para a contratação desses 50 mil funcionários geraria um impacto de R$ 2,4 bilhões. No caso, esse valor seria distribuído entre os três poderes.

“Desse montante, R$ 2,1 bilhões dos recursos [previstos para 2021] estão reservados para aplicação pelo Poder Executivo (…) A partir de 2022, o impacto anualizado da citada despesa será de R$ 4,5 bilhões”, afirmaram as consultorias sobre suas estimativas. Em relação às expectativas, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, se mostrou bastante preocupado.

Segundo ele, há um “risco muito grande” para o governo caso o Orçamento 2021 seja aprovado antes da PEC emergencial. “É impossível abrir o próximo ano ou aprovar um Orçamento para o próximo ano antes de aprovar a PEC emergencial, a PEC da regulamentação do teto. É impossível. Do meu ponto de vista, é impossível você ter o Orçamento aprovado para 2021 este ano se a emenda constitucional não estiver aprovada. Do meu ponto de vista, é um risco muito grande para o governo”, afirmou.

LEIA TAMBÉM

Bolsa Família será pago pelo Caixa Tem a partir de dezembro; veja como vai funcionar

A partir de dezembro de 2020, os inscritos no Bolsa Família vão passar a receber suas parcelas por meio de poupanças sociais digitais. As quantias, sem nenhuma tarifa adicional, poderão ser movimentadas pelo app Caixa…

Como usar FGTS para amortização de financiamento de habitação

O Fundo de Garantia do tempo de Serviço (FGTS) é um direito de todo o trabalhador. Com ele, o cidadão possui diversos benefícios, como usar seus recursos para comprar a casa própria. Por isso, confira como usar FGTS para…

Valor do Bolsa Família: como as parcelas são calculadas pelo governo federal?

Aprovado em 2004, o Bolsa Família é um programa assistencial para transferência de renda direta. As parcelas, com valor variável, são depositadas às unidades familiares em situação de extrema pobreza (renda por pessoa de…

INSS prolonga suspensão de prova de vida e retorno só ocorrerá em 2021

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) anunciou mudanças para aposentados e pensionistas. Segundo o comunicado, o INSS prolongou suspensão de prova de vida e retorno só ocorrerá em 2021.Portanto, todas as…

FGTS emergencial: R$ 7,9 bilhões não foram movimentados; veja prazo final para solicitar

O calendário para os saques do FGTS Emergencial, no valor máximo de R$ 1.045, foi executado a partir de junho de 2020 e terminou neste mês de novembro. Durante o período, a Caixa transferiu as quantias pelas poupanças…

Novo Bolsa Família: relator quer apresentar mais de uma opção ao Senado

O senador Márcio Bittar (MDB-AC) está elaborando uma proposta de emenda constitucional, com o objetivo de encontrar brechas para o financiamento do novo Bolsa Família. Conforme informações preliminares, o relator quer…

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais