Tudo Bahia
Portal de Notícias

Fraudes no auxílio emergencial: governo vai realizar investigação nos cadastros

Para evitar fraudes no auxílio emergencial, a empresa Dataprev deverá realizar investigações nos cadastros dos beneficiários. A medida foi estabelecida com o objetivo de impedir a duplicidade na transferência das parcelas. Até porque os que receberam as cotas regulares não têm direito ao auxílio voltado para os trabalhadores do setor da cultura (Lei Aldir Blanc).

Acompanhe a matéria completa e fique por dentro de mais detalhes sobre a medida para impedir fraudes no auxílio emergencial. Não se esqueça de conferir outros conteúdos de nosso site. Veiculamos as principais notícias nacionais e internacionais para que você se mantenha constantemente atualizado!

Dataprev vai realizar investigações para evitar fraude no auxílio emergencial

O pagamento do auxílio emergencial para o setor da cultura é efetuado em parceria com o governo federal. Pelo sistema da Dataprev, já é possível verificar se os artistas e espaços culturais cumprem todos os requisitos mínimos.

Por outro lado, a nova ferramenta de investigação também concederá a possibilidade de averiguar eventuais fraudes. A Dataprev vai cruzar a relação dos cadastros nos dois benefícios emergenciais: o auxílio regular e o programa regulamentado pela Lei Aldir Blanc. De acordo com o Ministério do Turismo, já foram transferidos R$ 2 bilhões ao setor cultural. Esse valor corresponde a mais de dois terços do total previsto (R$ 3 bilhões).

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais