Tudo Bahia
Portal de Notícias

Isenção do IPVA 2021: veja regras e formas de consultar a situação

A porcentagem do IPVA (Imposto sobre Propriedade Veicular Automotiva) é calculada anualmente, como no caso de São Paulo. Para os motoristas que residem nesse estado, por exemplo, uma taxa de 4% é cobrada aos carros movidos à gasolina e flex. No entanto, cada estado brasileiro possui autonomia a fim de estabelecer regras para a isenção do IPVA.

A referência para a isenção do IPVA geralmente corresponde ao ano de fabricação dos veículos. Vale destacar, no entanto, que algumas regiões do país contam com parâmetros diferentes e, por isso, é importante verificar o regulamento específico.

Por sua vez, as pessoas com deficiência (PcD) também podem estar isentas do IPVA. A garantia tende a variar conforme o estado e a situação dos motoristas. Dentro desse contexto, os interessados deverão entrar em contato com a Secretaria da Fazenda do estado.

Acompanhe a matéria completa e fique por dentro de mais detalhes sobre o assunto. Não se esqueça de conferir outros conteúdos de nosso site. Veiculamos as principais notícias nacionais e internacionais!

Regras para a isenção do IPVA

Na maioria dos casos, a isenção do IPVA é calculada a partir do ano de fabricação dos veículos. Confira, a seguir, o tempo necessário para garantir a desobrigação do pagamento:

  • A partir de 10 anos, contando a partir do ano de fabricação dos veículos: Goiás, Rio Grande do Norte e Roraima;
  • A partir de 15 anos, contando a partir do ano de fabricação dos veículos: Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Maranhão, Pará, Paraíba, Piauí, Rio de Janeiro, Rondônia, Sergipe e Tocantins;
  • A partir de 18 anos, contando a partir do ano de fabricação dos veículos: Mato Grosso;
  • A partir de 20 anos, contando a partir do ano de fabricação dos veículos: Acre, Alagoas, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo.

Para consultar a situação com o IPVA, basta acessar o portal do Detran da sua localidade ou verificar detalhes por meio do site da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz).

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais