Tudo Bahia
Portal de Notícias

Com salário mínimo de 2021 sem ganho real, Bolsonaro diz que “não tem como aumentar”

O valor do salário mínimo de 2021 será reajustado pela inflação. “Reconheço que está baixo, mas não tem como aumentar”, informou Bolsonaro.

Jair Bolsonaro, na última quinta-feira (26/11), admitiu que o valor do salário mínimo não está alto. Entretanto, o presidente da República informou que não será possível aumentar a quantia em 2021. Isso porque, segundo ele, o reajuste impactaria nos gastos com a previdência social.

“Muitos reclamam [da reforma], ‘o cara tirou direitos’. Ninguém tirou direito de ninguém, mas também não engessou [a legislação]. Inclusive, falei com o Paulo Guedes [ministro da Economia] de novo… Esse ano está difícil. Muita gente reclama, né? ‘Ah, o salário mínimo está baixo’. Reconheço que está baixo, mas não tem como aumentar”, disse o Bolsonaro em transmissão ao vivo pelas suas redes sociais.

Além do mais, o presidente também destacou sua vontade em criar o programa “Minha Primeira Empresa”. O objetivo do projeto seria de incentivar o empreendedorismo no país. “Não tem mais de onde tirar dinheiro. Então, o governo vai dar uma fórmula, alguma ajuda, e o cidadão pode deixar de ser empregado, de procurar emprego, e montar sua própria empresa”, explicou.

Sem ganho real em 2021, salário mínimo não deverá aumentar

Já que o salário mínimo será reajustado somente conforme a inflação, não haverá um ganho real em 2021. O que isso quer dizer? O piso do ano que vem não irá permitir que o trabalhador compre mais coisas do que antes. O governo federal deverá garantir apenas a manutenção do atual poder de compra.

No dia 17 de novembro, a equipe de Bolsonaro informou sobre as novas projeções do salário mínimo para 2021. O piso nacional ganhou nova estimativa devido ao aumento no índice de inflação em 2020 (de 2,35% para 4,10%), que foi ocasionado pela mudança nos preços de alimentos básicos. Dessa maneira, o valor tenderá a ser corrigido para R$ 1.087,84 (aumento, sem ganho real, de R$ 42,84 em relação ao salário vigente).

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais