Tudo Bahia
Portal de Notícias

Novo valor do salário mínimo de 2021 é projetado pelo governo; veja quanto

Salário mínimo 2021 não terá aumento real de valor, apenas ajuste de acordo com a inflação.

O Governo mudou a projeção do novo salário mínimo de 2021. O valor foi revisto por causa da estimativa de inflação. Por causa da pandemia provocada pelo novo coronavírus, foi detectado que houve um aumento no custo de vida e com isso, a remuneração foi reajustada.

A novidade foi divulgada nesta terça-feira (17/11) pela Secretaria de Política Econômica (SPE) do Ministério da Economia. De acordo com sua estimativa, a inflação para 2020 prevista pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) saiu de 2,35% e foi para 4,10%.

O aumento da inflação foi puxado principalmente pela disparada do preço dos alimentos. Produtos como o arroz subiram bastante e impactaram no resultado final.

Novo valor do salário mínimo 2021

O salário mínimo atual é de R$ 1.045,00. Com a divulgação da nova previsão do INCP, este valor será corrigido para R$ 1.087,84 no ano de 2021. Sendo assim, haverá um aumento de R$ 42,84 em relação ao salário vigente.

Vale ressaltar que anteriormente, como informado, o governo previa o INPC em 2,35%. Em agosto havia sido estabelecido que o salário mínimo seria de R$ 1.067,00. Por isso, é importante deixar claro que o valor de agora pode mudar até o final do ano, justamente por conta do INPC.

Não haverá ganho real

Como o novo valor do salário mínimo para 2021 será reajustado somente conforme a inflação, não haverá um ganho real por parte do trabalhador. Isso quer dizer que a remuneração nova não irá permitir que a pessoa compre mais coisas que antes, sendo garantido apenas a manutenção do poder de compra atual.

Vale ressaltar que a correção de acordo com a inflação está prevista na Constituição Federal e é obrigação da administração pública.

Entre os anos de 2011 e 2019, houve uma política de aumentos reais do salário mínimo. Ou seja, o governo elevava o valor acima do que foi registrado pela inflação. Somente não houve aumento nos anos de 2017 e 2018. A justificativa foi que o PIB retrocedeu em 2015 e 2016 e seria necessário um ajuste fiscal.

Em 2020, por exemplo, já não houve mais a política do ganho real. O governo reajustou o salário mínimo para R$ 1.045,00 baseado na inflação de 2019. Para 2021, a justificativa do governo foi a crise econômica provocada pelo novo coronavírus.

Impacto nas contas públicas

O aumento do salário mínimo também causará impacto nas contas públicas, fazendo que o governo gaste mais dinheiro. Segundo o Ministério da Economia, a cada R$ 1 aumentado no salário mínimo, a União passa a ter uma despesa de R$ 355 milhões a mais. Entre os gastos estão os salários com funcionários públicos, aposentadorias e seguro-desemprego.

LEIA TAMBÉM

Empréstimo do Bolsa Família: governo libera até R$ 15 mil por pessoa

O Governo Federal vai liberar até R$ 15 mil de empréstimo para beneficiários do Bolsa Família e famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais. O projeto faz parte do Progredir, conjunto de ações para dar a…

Confirmada nova idade mínima para se aposentar

As novas regras de transição de aposentadoria no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) já estão em vigor. Por isso, o cidadão deve ficar de olho nas mudanças advindas com a reforma da Previdência, como a nova idade…

Brasil pode fechar 2020 com mais empregos formais do que em 2019, diz Bolsonaro

Na última quinta-feira (26/11), o presidente Jair Bolsonaro comemorou o resultado positivo do último balanço sobre os novos empregos formais de 2020. O chefe do Executivo acredita que o país poderá terminar o ano com…

Alimentos mais baratos em 2021? Presidente do BC comenta a possibilidade

Na última quinta-feira (26/11), o presidente do Banco Central afirmou que os alimentos vão ficar mais baratos a partir de 2021. Roberto Campos Neto disse que o índice inflacionário chegou em seu auge e que, ao longo do…

Substituto do Bolsa Família pode ficar pronto somente em 2021, entenda

Mesmo com fortes rumores apontando para o cancelamento do Renda Cidadã, o líder do governo no Senado informou que existem discussões a respeito de um substituto do Bolsa Família. Eduardo Gomes (MDB-TO), por outro lado,…

Desemprego no Brasil atinge mais de 14 milhões de pessoas

Nesta sexta-feira (27/11), dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua Mensal (PNAD Contínua) divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontaram que o desemprego no Brasil…

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais