Tudo Bahia
Portal de Notícias

Como funciona o app Caixa Tem para Bolsa Família? Entenda as funcionalidades

Até março de 2021, todos os beneficiários do programa vão contar com contas digitais. Veja como funcionará o aplicativo Caixa Tem para Bolsa Família.

A partir de dezembro de 2020, a Caixa Econômica Federal vai começar a liberar o uso do app Caixa Tem para os beneficiários do Bolsa Família. As futuras parcelas, sem nenhuma tarifa adicional, poderão ser movimentadas pelas poupanças digitais, que vão ser gradual e automaticamente criadas até março de 2021. Portanto, não será necessário apresentar documentos ou comparecer às agências da instituição bancária.

A modalidade permitirá que os beneficiários do Bolsa Família possam movimentar as suas parcelas sem obrigatoriedade de saques integrais. Além do mais, os inscritos no programa poderão continuar retirando o dinheiro pelos cartões ‘Cidadão’ ou ‘Bolsa Família’.

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, também já informou que a concessão de microcréditos pelo Caixa Tem já está sendo finalizada. Esse recurso deverá possibilitar empréstimos (de R$ 100, R$ 200 e R$ 300) para a população de baixa renda.

Bolsa Família pelo Caixa Tem: contas vão ser criadas até março de 2021

As contas digitais vão ser criadas de maneira escalonada, conforme o final do NIS (Número de Identificação Social) dos beneficiários. Após a abertura das poupanças sociais pelo Caixa Tem, não será necessário gerar nenhuma nova senha. Os inscritos no Bolsa Família poderão utilizar o mesmo código do cartão social.

Confira, abaixo, as datas em que as contas vão ser automaticamente criadas:

  • A partir de dezembro de 2020: inscritos do Bolsa Família com NIS finais 0 e 9;
  • A partir de janeiro de 2021: inscritos do Bolsa Família com NIS finais 6, 7 e 8;
  • A partir de fevereiro de 2021: inscritos do Bolsa Família com NIS finais 3, 4 e 5;
  • A partir de março de 2021: inscritos do Bolsa Família com NIS finais 1 e 2, além dos grupos populacionais específicos (indígenas, quilombolas, ribeirinhos, extrativistas, pescadores artesanais, comunidades tradicionais, agricultores familiares, assentados, acampados e pessoas em situação de rua).

Como funcionará o app Caixa Tem para Bolsa Família?

As contas digitais funcionam como poupanças simplificadas, sem tarifas de manutenção e com limite de R$ 5 mil em movimentações mensais. De acordo com a Caixa Econômica Federal, a medida visa facilitar a vida dos beneficiários do Bolsa Família.

Até porque as parcelas vão passar a ser geridas pelo aplicativo Caixa Tem, que está disponível para celulares com versões para Android e iOS. Veja como as contas digitais poderão ser movimentadas:

  • Pelo cartão do programa Bolsa Família ou o ‘Cartão Cidadão’;
  • Para fazer compras por meio do cartão de débito virtual, gerado pelo app Caixa Tem;
  • Para fazer compras por meio do QR Code. A funcionalidade está disponível pelo app Caixa Tem;
  • Para pagar contas de água, luz, gás e boletos (via aplicativo ou diretamente nas casas lotéricas).

Bolsa Família: como usar o app Caixa Tem?

Com o app Caixa Tem, os beneficiários do Bolsa Família poderão consultar saldo, emitir extrato, fazer pagamentos de boletos e realizar transferências bancárias para outras contas. Alguns supermercados e lojas online já concedem o uso do cartão virtual Caixa Tem. As redes BIG, Celpe, Carrefour e Pão de Açúcar, por exemplo, já efetuam vendas por esse tipo de operação.

Dessa maneira, o objetivo é de servir como uma maneira simplificada para ter acesso às poupanças digitais. O aplicativo funciona como uma conversa de WhatsApp, com ícones e recursos intuitivos. Veja como será possível acessar a plataforma:

  • Instale o aplicativo Caixa Tem, que está disponível para celulares com sistemas Android e iOS. No entanto, vale lembrar que o primeiro acesso somente será permitido após a abertura das contas digitais;
  • O acesso será feito com o CPF e uma senha numérica de seis dígitos. Conforme informações preliminares, os inscritos no Bolsa Família poderão utilizar o mesmo código do cartão social;
  • Pronto! Depois do primeiro acesso no app, será necessário apenas clicar no serviço desejado e seguir as instruções indicadas.

Detalhe importante: para acessar as informações das contas digitais, os beneficiários deverão colocar o número do celular e aguardar uma mensagem. Nela, constará um código para confirmar as identificações dos usuários.

Como gerar o cartão de débito virtual no Caixa Tem?

Como funciona o app Caixa Tem para Bolsa Família? Mesmo sem disponibilizar cartão físico, o aplicativo Caixa Tem concede recursos remotos para transferências e pagamentos. A Caixa Econômica Federal informou que todos os usuários têm direito de gerar o cartão de débito.

Basta somente seguir alguns procedimentos básicos:

  • Na tela inicial do app, toque em “Cartão Virtual”;
  • Feito isso, vá em “Usar agora meu Cartão de Débito Virtual”;
  • Digite a sua senha e toque na imagem para ver as informações geradas (validade e código de segurança).

Feito! Com essas informações, os beneficiários do Bolsa Família poderão fazer compras em supermercados ou quaisquer estabelecimentos que aceitem o cartão de débito virtual do Caixa Tem. Lembrando que o código geralmente fica vigente durante poucos minutos. Ou seja, será possível efetuar uma compra por vez.

Para pagar pelas maquininhas de cartão, os beneficiários vão ter que selecionar a opção no próprio app. A câmera do dispositivo deverá acionar a funcionalidade de maneira automática. Assim sendo, será necessário somente apontar o celular para o quadradinho do código de barras.

Como realizar transferências pelo Caixa Tem?

As transferências pelo Caixa Tem podem ser realizadas para outros bancos (via DOC), sendo necessário informar o CPF e os demais dados do recebedor. No entanto, vale ressaltar que o dinheiro somente será depositado no dia posterior à transação.

Como funciona o Caixa Tem para Bolsa Família? Veja, abaixo, como realizar transferências pelo app:

  • Acesse o aplicativo Caixa Tem e toque na opção “transferir dinheiro”;
  • Escolha se deseja ler QR Code com as informações bancárias ou utilizar os dados já salvos pelo sistema do app. Também é possível realizar o procedimento da forma convencional: digitar o número da agência e a respectiva conta do recebedor;
  • Selecione o banco desejado entre as opções da lista;
  • Após, digite o número da agência e aperte em confirmar;
  • Informe o número da conta do recebedor, além do dígito;
  • Escolha o tipo de conta de destino;
  • Digite o número do CPF e o nome do destinatário;
  • Digite o valor que será transferido (máximo de R$ 600 por operação e limite de R$ 1.200 por dia);
  • Confirme o prazo de envio;
  • Confira os dados da transferência e toque em “Sim”;
  • Digite sua senha de acesso para confirmar a operação;
  • Clique em “Comprovante” e toque no ícone de compartilhamento para salvar o documento.
LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais