Tudo Bahia
Portal de Notícias

Benefícios atrasados do INSS somam R$ 1,6 bilhão; veja quem tem direito

Beneficiários do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) que venceram processos judiciais contra o governo federal receberão os benefícios atrasados. O valor liberado pelo Conselho da Justiça Federal (CFJ) é de R$ 1,6 bilhão que será pago a 106,3 mil pessoas.

Os repasses serão feitos pelos Tribunais Regionais Federais (TRFs) dentro da categoria de Requisições de Pequeno Valor (RPV). As transferências foram autorizadas pelo juiz no mês de julho e o dinheiro deve ser depositado nos próximos dias.

Quem recebe os benefícios atrasados do INSS?

Para saber se você está entre os contemplados pela decisão judicial, é preciso conferir o resultado na página do TRF da sua região. A consulta do pagamento desses benefícios atrasados do INSS deve ser feita de acordo com os seguintes passos:

  1. Entre no site do TRF da sua região;
  2. Vá em “requisições de pagamentos” e informe seu CPF no espaço indicado;
  3. Na página próxima página, observe o campo “Procedimento”. Se aparecer RPV, você deve ser contemplado, já que o valor é inferior a 60 salários mínimos. Caso apareça a sigla PRC, então a quantia supera 60 salários mínimos e é um precatório. Logo, você não entrará nessa lista de pagamentos.

Calendário de pagamentos dos atrasados

Quem teve a causa julgada nos meses de abril e maio de 2021, já teve o dinheiro liberado e o pagamento realizado. Para os demais, os benefícios atrasados do INSS sairão nos seguintes meses:

  • Ação julgada em junho de 2021: valor liberado em julho, com pagamento em agosto de 2021;
  • Ação julgada em julho de 2021: valor liberado em agosto, com pagamento em setembro de 2021;
  • Ação julgada em agosto de 2021: valor liberado em setembro, com pagamento em outubro de 2021;
  • Ação julgada em setembro de 2021: valor liberado em outubro, com pagamento em novembro de 2021;
  • Ação julgada em outubro de 2021: valor liberado em novembro, com pagamento em dezembro de 2021;
  • Ação julgada em novembro de 2021: valor liberado em dezembro de 2021, com pagamento em janeiro de 2022;
  • Ação julgada em dezembro de 2021: valor liberado em janeiro de 2022, com pagamento em fevereiro de 2022.
LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais