Tudo Bahia
Portal de Notícias

Neon abre programa de cashback para compras no débito; confira

Uma das fintechs mais conhecidas no mercado é a Neon, com sede em São Paulo e que está com operações desde 2016. A empresa de capital fechado tem crescido após algumas mudanças para agradar o público. Agora, divulgou uma novidade: Neon lançou programa de cashback para compras realizadas no cartão de débito.

A grande sacada para atrair os clientes é que, em compras a partir de R$ 1,00, os clientes terão cashback de 0,5% sem que haja determinação de valor mínimo para resgatar o dinheiro. Essa novidade foi divulgada na última terça-feira (27/07) e, para usuários que querem ter acesso e ainda não apareceu no aplicativo, basta atualizá-lo.

Valor do Cashback Neon

O valor cobrado para uso do cashback Neon é de R$ 4,90 ao mês e quantias gastas são retornadas nas modalidades de compras presenciais utilizando o cartão físico, bem como nas compras online. Após a aprovação da conta o dinheiro já pode ser resgatado.

É importante frisar que a validade para o recebimento deste valor no resgate é de 24 meses. Atualmente esta opção está funcionando apenas para cartões de débito, mas nos próximos meses, de acordo com o fundador da empresa, Pedro Corande, será aberto a conta de crédito também.

Pagamentos via WhatsApp

No dia 22 de julho deste ano, a Neon lançou o sistema de pagamentos através do WhatsApp. A fintech anunciou que o serviço é gratuito, não havendo, deste modo, cobrança de taxa.

Essas transações, conforme especificado pela Neon, são similares às mensagens normais do aplicativo. A única exigência para realização das transações é a propriedade de cartão de débito com bandeira Visa. Outras fintechs, também, já estão oferecendo o serviço no mercado.

Desenvolvimento conturbado e retomada

Em 04 de maio de 2018, o Banco Central encerrou as atividades da Neon deixando a startup à beira da falência. O banco, à época, entendeu que naquele momento ocorriam graves irregularidades.

À época, o Banco Central apontou como causas da liquidação extrajudicial patrimônio líquido negativo e deficiência no controle e monitoramento de prevenção à lavagem de dinheiro.

Cerca de 12 dias depois, a Neon voltou a realizar abertura de contas, haja vista que a startup fechou um acordo com o Banco Votorantim e realizou uma migração de seus ativos para a instituição.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais