Tudo Bahia
Portal de Notícias

Bolsa Família: 5,4 milhões deixam de receber o auxílio emergencial

Em setembro, 5,4 milhões beneficiários do Bolsa Família não receberam os pagamentos do auxílio emergencial. Entenda os detalhes.

5,4 milhões beneficiários do Bolsa Família não receberam os pagamentos do auxílio emergencial referente ao mês de setembro. Isso porque eles deixaram de ser elegíveis ao benefício. Essas famílias voltarão a receber o valor normal do programa de, em média, R$ 306,67.

De acordo com as regras do programa Bolsa Família, o benefício é concedido a famílias com renda mensal per capita (por pessoa) de até três salários mínimos (cerca de R$ 3.300). Considerando o piso salarial, uma renda de até R$ 550 por pessoa.

Os repasses do auxílio emergencial, que foram recebidos por beneficiários do Bolsa Família, são transferidos de acordo com a regra do valor mais vantajoso. A Dataprev analisou o cadastro de todas as pessoas que tem acesso ao auxílio emergencial para verificar se elas ainda atendiam aos requisitos.

A partir desse pente fino que foi definido quem deixaria de receber os repasses das últimas parcelas. Para verificar se você ainda vai receber a sexta e sétima parcelas, consulte o site da Dataprev ou esta plataforma do Ministério da Cidadania.

Última parcela do auxílio emergencial

A partir do dia 18 de outubro de 2021, será repassada a sétima e última parcela do auxílio emergencial aos inscritos no Bolsa Família. O benefício é pago para aqueles que estão cadastrados no programa e cumprem os requisitos para ter acesso ao benefício emergencial.

As datas para Bolsa Família seguem o calendário tradicional do programa. Ou seja, sempre nos últimos 10 dias úteis de cada mês, considerando o NIS final dos beneficiários.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais