Tudo Bahia
Portal de Notícias

Afinal, quais profissões podem ser MEI em 2022?

Com essa modalidade de negócio você pode ter diversos benefícios e ainda garantir sua aposentadoria.

O Microempreendedor Individual (MEI) é uma espécie de pessoa jurídica feita de maneira simplificada e que traz diversos benefícios, porque além de possuir um CNPJ, você também consegue contribuir para a previdência e acessar algumas linhas de crédito específicas.

Outra grande vantagem é que a carga tributária é fixa e paga mensalmente, ou seja, contanto que seu faturamento fique dentro do limite permitido (que é de R$ 81 mil anuais), o empreendedor pagará sempre o mesmo valor em impostos.

Quais os requisitos para ser um MEI

  • Não possuir nenhuma outra empresa em seu nome;
  • Faturamento anual que não supere os R$ 81 mil;
  • Contratar no máximo um empregado, pagando o salário mínimo ou o piso da categoria;
  • Não é permitido ter filial;
  • A atividade deve estar contemplada dentro das ocupações permitidas.

Quais são as ocupações permitidas mais comuns

  1. Açougueiro;
  2. Adestrador;
  3. Agente de viagens;
  4. Agente funerário;
  5. Alfaiate;
  6. Apicultor;
  7. Barqueiro;
  8. Borracheiro;
  9. Cabeleireiro;
  10. Cantor;
  11. Carpinteiro;
  12. Eletricista;
  13. Encanador;
  14. Esteticista;
  15. Guia de turismo;
  16. Jornaleiro;
  17. Maquiador;
  18. Mecânico;
  19. Ourives;
  20. Tatuador;
  21. Vidraceiro.

Caso sua ocupação não esteja nessa lista, saiba que ainda existem outras profissões permitidas e é possível consultar diretamente no site do governo a lista completa de atividades.

Além disso, é bom ficar atento, porque a nomenclatura pode estar diferente do que você está acostumado a utilizar no dia-a-dia. Então olhe com calma e veja se não há alguma atividade que englobe a sua.

Alguns benefícios a menos

Mas como nem tudo são flores, ao abrir uma MEI o cidadão também acaba perdendo alguns direitos, como os seguintes:

  • Auxílio-doença;
  • Aposentadoria por invalidez;
  • Seguro-desemprego;
  • Salário-Maternidade;
  • Auxílio Brasil;
  • Participar do Prouni;
  • Participar do Fies.

Porém essa perda não é para sempre, caso a pessoa dê baixa na MEI, ela pode voltar a solicitar algum desses benefícios, bastando seguir os trâmites normais.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais