Tudo Bahia
Portal de Notícias

Preço da gasolina registra novo aumento; veja valor atualizado

O aumento do preço médio do litro da gasolina desta semana é o quinto seguido.

O preço da gasolina registrou um novo aumento na última semana e marcou um novo recorde nos postos de combustíveis do país. Isso de acordo com dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), tendo em vista o período compreendido entre 08 e 14 de maio.

O aumento do preço médio do litro da gasolina é o quinto seguido e ficou em R$ 7,298, o que representa uma pequena alta de 0,04% em relação à pesquisa realizada em semanas anteriores. Esse é o maior valor nominal pago pelos consumidores desde que a agência passou a fazer levantamento semanal de preços, em 2004.

O recorde até então tinha sido registrado no levantamento feito na semana passada, entre os dias de 1 a 7 de maio, quando o preço encontrado do litro da gasolina foi de R$ 7, 295 o litro. O maior preço encontrado nos mais de 5 mil postos pesquisados pela ANP foi de R$ 8,990.

Em relação ao diesel, o balanço da última sexta feito pela ANP apontou um avanço de 3,27% para R$ 6,847 o litro no preço do produto. Este também é o maior nominal já apurado pela agência. O maior preço do diesel apurado foi de R$ 8,300.

Nesta segunda-feira (16/05), inclusive, a Petrobras anunciou um novo aumento do preço do diesel para as distribuidoras. Com isso, o preço médio do litro vai passar de R$ 4,51 para R$ 4,91, o que representa uma alta de 8,87%. Já o valor do etanol sofreu uma queda de 2,17%, sendo vendido a R$ 5,323 o litro.

Aumentos sucessivos no preço dos combustíveis.

Os sucessivos aumentos no preço dos combustíveis acontecem em meio à forte alta nos preços internacionais do petróleo após o início da guerra da Rússia contra Ucrânia, impactados pela oferta limitada frente a demanda mundial por energia.

Pela política de preços atual, os preços cobrados nas refinarias são determinados com base nas flutuações do preço do barril de petróleo no mercado internacional e do câmbio.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais