Tudo Bahia
Portal de Notícias

Como funciona o auxílio-acidente do INSS? Veja regras do benefício

Confira as condições e já se prepare, se por acaso um dia venha a precisar.

O Auxílio-Acidente é um benefício instituído pelo Governo Federal e pago pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) ao segurado. Ele possui uma natureza indenizatória e é liberado quando o trabalhador sofre um acidente e acaba desenvolvendo uma sequela permanente que reduz sua capacidade laboral.

Quando alguém recebe esse benefício, isso não impede que continue a trabalhar, porque se trata de uma indenização, não podendo ser confundido, de forma alguma, com eventual aposentadoria por invalidez.

Atualmente, os primeiros atendimentos podem ser feitos a distância, sendo apenas exigido que o trabalhador vá presencialmente a uma unidade do INSS caso seja solicitada comprovação da situação de saúde ou a realização de perícia médica.

Confira abaixo mais alguns detalhes sobre como funciona o auxílio-acidente do INSS:

Requisitos para obtenção

  • Ser segurado do INSS quando o acidente tenha acontecido;
  • Estar enquadrado em uma das seguintes condições:
  • Trabalhador avulso (empresa);
  • Empregados domésticos (quando o acidente aconteceu depois de 01 de junho de 2015);
  • Segurado especial (trabalhador rural);
  • Empregado urbano/rural (empresa).

O INSS informa que não existe qualquer período de carência da primeira contribuição.

Quem não pode receber o benefício

  • Contribuinte facultativo;
  • Contribuinte individual.

Como solicitar o auxílio-acidente

  • Entre no site do “Meu INSS”;
  • Faça login;
  • Selecione a opção “Agendamentos/Requerimentos”;
  • Clique em “Novo Requerimento”;
  • Em seguida, em “avançar”;
  • Busque no campo “Pesquisar” a palavra acidente;
  • Selecione o serviço adequado;
  • Depois basta acompanhar o andamento pelo Meu INSS, no menu “Agendamentos/Requerimentos”.

Quando for necessária perícia

Se, durante o procedimento de liberação, for necessária perícia médica, o segurado deverá comparecer à unidade do INSS escolhida, ou — em casos específicos — aguardar perícia médica domiciliar ou hospitalar.

Caso tenha ficado com alguma dúvida, é possível contactar o INSS pelo telefone 135, pelo site ou ainda pelo aplicativo “Meu INSS” (disponível para Android e iOS).

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais