Tudo Bahia
Portal de Notícias

Burger King anuncia mais de 1.000 oportunidades de emprego

A rede BK Brasil, franquiada das marcas de fast food Burger King e Popeyes no país, anunciou mais de 1.000 oportunidades de emprego para o último trimestre de 2020. Os postos de trabalho são para os cargos de atendimento ao cliente, coordenador de turno e gerência de restaurante.

Todas as oportunidades de emprego também estão disponíveis às pessoas com deficiência. A única exigência para os postos que serão ocupados nos restaurantes da operadora é que o candidato seja capaz de ler e escrever.

De acordo com a Vice-presidente de Gente & Gestão do Burger King do Brasil, Marcia Baena, o processo seletivo será feito de forma virtual e interativa. “Nos últimos anos, temos inovado com formatos cada vez mais práticos no processo de seleção dos nossos colaboradores. A ideia é tornar a experiência das pessoas que desejam se tornar parte da empresa ainda mais positiva. Entraremos em contato de acordo com o perfil do candidato e das vagas disponíveis” disse Marcia Baena.

Sobre as oportunidades de emprego

As pessoas que quiserem se candidatar as oportunidades de emprego no Burger King devem realizar suas inscrições por meio do WhatsApp da empresa (11) 94317-6360, ou pelo acesso com o QR code no site do Burger King. O cadastro conta com um questionário sobre os dados pessoais e experiências anteriores do candidato e um espaço para envio de currículo em formado PDF.

O prazo para as candidaturas é indeterminado, mas a empresa orienta que os interessados se candidatem o mais rápido possível. Uma vez que as oportunidades de emprego serão preenchidas de acordo com a compatibilidade dos perfis cadastrados disponíveis.

Para além do salário, o candidato que conquistar um posto de emprego vai ter acesso a outros benefícios como: convênio médico e odontológico, seguro de vida, vale-transporte e alimentação, Gympass e trilha de carreira.

A Rede BK

A primeira unidade da hamburgueria, que se chamava Insta-Burger King, foi comprada nos Estados Unidos em 1954 por James McLamore e David Edgerton, em Miami (Flórida). Em seguida a empresa foi rebatizada de Burger King.

A partir do ano de 1961, sete anos após sua reabertura, o Burger King começou a usar a estratégia dos direitos de franquia nacional e internacional. Dentro dessa estratégia, a hamburgueria trabalha com compromissos de confiança que permite certas franquias regionais de assinar novos franqueados em nome da empresa.

Dependendo da região, a forma como o Burger King licencia seus franqueados muda. As master-franquias por exemplo são regionais e elas são responsáveis ​​por realizar a venda de franquia sublicenciadas em nome da empresa. Estima-se que 90% dos franqueados são operados por franquias independentes e que a maioria seja administrada por empresas familiares de tradição.

Até o final do ano de 2017, o Burger King já contava com 15.738 pontos de venda em 100 países. Desses, 7.156 pontos estão nos Estados Unidos. E por volta de 99,5% das localidades globais são de propriedade e operação privadas, apesar da empresa ter adotado um modelo quase totalmente franqueado em 2013.

Atualmente, a empresa tem franquias de restaurantes especializada em fast-food e é considerada a segunda maior rede de hambúrgueres do mundo, antecedida somente pelo Mc Donald’s.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais