Tudo Bahia
Portal de Notícias

Vacina COVID-19 pode sair em dezembro

Testes já começaram a ser realizados na Alemanha, o próximo passo são os testes no território norte-americano. Vacina COVID-19 pode ser disponibilizada em breve.

A vacina eficaz contra a COVID-19 pode estar pronta, para uso emergencial no Estados Unidos, até o final do ano. Para ser ampliado o seu uso aos outros países, a vacina COVID-19 precisa ser aprovada em testes de segurança.

Os testes iniciais já começaram a ser realizados na Alemanha e, o passo seguinte, é ser testado no território norte-americano. Os resultados dos testes devem ser divulgados no mês de maio.

A vacina COVID-19 está sendo produzida pela Pfizer em parceria com a empresa alemã BioNTech. O teste já foi realizado em 12 participantes no último dia 23 de abril.

Para a realização dos testes nos Estados Unidos, dependem de liberação da agência reguladora Food and Drug Association (FDA).

Envio da vacina COVID-19 aos outros países

A distribuição das vacinas só poderá ser em longa escala, caso os testes sejam positivos, entre os meses de setembro e novembro, nos Estados Unidos. Para a autorização para os outros países, só após autorização pelos EUA, que pode chegar ao fornecimento de milhões de doses até dezembro.

As expectativas são otimistas e preveem o aumento da capacidade produtiva da vacina, ampliando para centenas de doses em 2021.

Sobre a COVID-19

COVID-19 é uma doença causada pelo coronavírus SARS-CoV-2, que apresenta um quadro clínico variável, podendo ser infecções assintomáticas, mas há quadros respiratórios graves.

As estimativas feitas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) dão conta de que 80% dos pacientes podem ser assintomáticos e cerca de 20% dos casos podem requerer atendimento hospitalar por apresentarem dificuldade respiratória. Apesar de parecer pouco o percentual, se acontecem ao mesmo tempo, podem sobrecarregar o sistema de saúde.

O novo coronavírus teve seu primeiro registro na China, em 31 de dezembro de 2019 e depois se alastrou pelo mundo, mas a história do coronavírus é mais antiga. Em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A vacina COVID-19 representa um alívio a uma população mundial, que se encontra em isolamento social, precisando se adequar às novas condições de convívio. Com isso, a maioria torce para que acabe o mais rápido possível.

Principais sintomas

Os sintomas da COVID-19 podem se apresentar de diversas formas e variar de acordo com o paciente, desde uma simples gripe até uma pneumonia severa que pode levar a morte, mas os sintomas mais comuns são:

  • Tosse;
  • Febre;
  • Coriza;
  • Dor de garganta;
  • Dificuldade para respirar.

Como o contágio é por meio de gotículas, a sua transmissão é muito fácil, principalmente por meio de espirro, tosse, objetos contaminados, e outros. O diagnóstico da COVID-19 só pode ser concluído com testes específicos.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais