Tudo Bahia
Portal de Notícias

Afinal de contas, buracos negros fazem barulho? Descubra aqui

Recentemente, a imagem do buraco negro Sagitário A* foi divulgada, algo inédito até então. Mas, em relação ao som, será que esse objeto espacial faz barulho?

Buraco negro é o nome dado para uma região do espaço que possui uma atração gravitacional bastante intensa a ponto de nem mesmo a luz, que é a coisa mais rápida do universo, conseguir escapar dessa região.

Até então, ninguém nunca tinha visto uma imagem de um buraco negro localizado no centro da nossa galáxia. No entanto, no início deste mês, uma foto foi revelada, a qual mostra o Sagitário A*.

Buraco negro faz barulho?

A resposta é sim. Recentemente, a Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço dos Estados Unidos (NASA) divulgou um áudio com um barulho produzido por um buraco negro.

YouTube video

Os cientistas usaram dados astronômicos do buraco negro e softwares de computador para criar sons possíveis de serem escutados pelo ser humano, ou seja, eles traduziram dados astronômicos em som.

O buraco negro, localizado no centro do aglomerado de galáxias Perseu, é frequentemente associado ao som por cientistas. Em 2003, foi observado que as ondas de pressão do buraco causavam ondulações passíveis de serem traduzidas em uma frequência sonora não captada pelo ouvido humano, cerca de 57 oitavas abaixo do dó central.

Deste modo, os dados foram ressintetizados para o som ser audível pelo ser humano, ampliando-o em 57 e 58 oitavas acima do tom real. De acordo com a NASA, isso significa que o som está cerca de 144 quatrilhões e 288 quatrilhões de vezes, respectivamente, mais alto que a frequência original.

Além disso, os cientistas também criaram o som de um buraco negro encontrado na galáxia elíptica supergigante Messier 87 (M87), que é estudado por pesquisadores há anos.

As sonificações desse buraco negro foram conduzidas pela cientista Kimberly Arcand, pelo astrofísico Matt Russo e pelo músico Andrew Santaguida, graças aos dados do Observatório de raios-x Chandra.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais