Tudo Bahia
Portal de Notícias

Afinal de contas, cachorros podem ficar gripados?

Assim como os humanos, os cães também sofrem com a gripe. Veja os principais sintomas, formas de tratamento e como prevenir seu bichinho contra a doença.

Sim, os cachorros podem ficar gripados. E nessa época do ano, caracterizada pela presença do outono, é quando eles mais sofrem com doenças respiratórias, por conta das baixas temperaturas e o clima seco.

Entre as doenças respiratórias mais comuns está a traqueobronquite infecciosa canina, popularmente conhecida como “gripe canina”, que atinge o sistema respiratório dos cães e pode desencadear outros problemas de saúde.

Vale notar que a “gripe canina” tem um fator que precisa de atenção: debilita o sistema imunológico do animal, fazendo com que ele fique mais suscetível a desenvolver outras doenças ao mesmo tempo, ou o agravamento do problema respiratório para uma pneumonia, por exemplo.

A seguir, confira os sintomas e tratamento da gripe canina, bem como formas de prevenir seu bichinho de sofrer com a doença.

Sintomas da gripe canina

Os sintomas da gripe canina são muitos semelhantes à gripe humana, sendo a tosse o principal deles. Nos cães, esse sintoma pode ser confundido com engasgos, podendo até ocorrer vômitos. Veja outros sintomas abaixo:

  • Coriza/corrimento nasal;
  • Espirros;
  • Febre;
  • Falta de apetite;
  • Letargia;
  • Dificuldade para respirar;
  • Olhos lacrimejantes;
  • Respiração rápida, geralmente curta e com ruídos, por conta da secreção.

Ao verificar algum desses sintomas, leve o seu bichinho a um médico veterinário. É importante lembrar que, além do perigo da traqueobronquite infecciosa, outras doenças também possuem sintomas, como a pneumonia.

Vale notar, no entanto, que somente 2 a cada 10 cachorros infectados não desenvolvem os sinais clínicos da doença. Mas, mesmo assim, podem contaminar outros animais. Por isso, é essencial que seu cão faça exames regulares.

Tratamento da gripe canina

O tratamento da gripe canina é realizado a base de medicamentos específicos para a cura da doença e o fortalecimento do organismo do cão como um todo.

É fundamental que todo o tratamento seja receitado por um médico veterinário, assim como o diagnóstico da doença, pois somente com a ajuda de um profissional é possível garantir uma recuperação rápida e sem maiores complicações.

Prevenção contra a gripe canina

Prevenir seu cachorro contra a gripe canina é bastante simples. Normalmente, a prevenção ocorre de duas formas: a vacinação e o fortalecimento imunológico do animal. Além delas, é importante também evitar o contato do seu bichinho com animais infectados.

Vacinação contra a gripe canina

A vacinação contra a gripe canina faz parte dos protocolos comuns e iniciais de vacinação de filhotes caninas. Ou seja, basta assegurar que o cão esteja devidamente vacinado.

Fortalecimento imunológico

Para fortalecer o sistema imunológico do seu pet é preciso que ele tenha uma boa alimentação e, caso deseje, pode reforçar essa alimentação com o uso de suplementos. Para isso, procure um médico veterinário para que ele verifique quais nutrientes o seu cãozinho necessita suplementar.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais