Tudo Bahia
Portal de Notícias

Gripe, COVID-19 e dengue: saiba como identificar as diferenças

Durante os meses mais frios do ano, é ainda mais importante saber quais são os sintomas de cada doença.

Os meses mais frios do ano colaboram para a proliferação de doenças respiratórias virais, como a gripe e a COVID-19, por isso é importante conhecer bem os sintomas de cada uma delas e saber quando é hora de buscar ajuda médica. Além disso, a dengue, doença infecciosa aguda e ainda comum em diversas partes do país, é conhecida por apresentar sintomas semelhantes aos da gripe, como febre, mal-estar e dores pelo corpo.

Se você também se confunde em relação aos sintomas mais comuns dessas doenças, salve este texto, pois reunimos aqui quais são os sinais clássicos da gripe, da COVID-19 e também da dengue. Confira:

Sintomas mais comuns da gripe

A doença é transmitida pelo vírus da influenza, que conta com diversas mutações. Por ser uma doença respiratória, é comum que os sintomas da gripe sejam confundidos com os da COVID-19.

Por isso é importante saber que, no caso da gripe, o período de incubação costuma ser bem menor, ou seja: a pessoa tem os sintomas de forma repentina e o quadro piora rapidamente.

Os principais sintomas da gripe são:

  • Febre;
  • Tosse;
  • Coriza;
  • Congestão nasal;
  • Dor de garganta;
  • Dor de cabeça;
  • Mal-estar;
  • Dores no corpo;
  • Cansaço.

Sintomas mais comuns da COVID-19

Diferentemente do que acontece com a gripe, a COVID-19 tem um período de incubação bem maior. Os primeiros sintomas podem demorar até cinco dias para aparecer (por isso existem tantos exames “falsos negativos”) e a doença pode evoluir de forma leve, moderada ou grave.

Os sintomas da COVID-19 são:

  • Coriza ou nariz entupido;
  • Dor de cabeça;
  • Dor de garganta;
  • Cansaço;
  • Espirros;
  • Tosse (especialmente a tosse seca);
  • Febre;
  • Mal-estar;
  • Dores no corpo;
  • Perda de olfato e paladar;
  • Falta de ar;
  • Diarreia;
  • Calafrios.

Sintomas mais comuns da dengue

A dengue é uma doença infecciosa cuja transmissão acontece por meio da picada de um mosquito fêmea, na maior parte dos casos o Aedes aegypti, que esteja infectado por um flavivírus.

Diferentemente da COVID-19, a dengue costuma causar febre alta logo no começo da doença. Além disso, é raro que o paciente apresente sintomas respiratórios em caso de dengue.

Os sintomas da dengue são:

  • Febre;
  • Enjoo e vômitos;
  • Vermelhidão no corpo;
  • Dor de cabeça;
  • Dores no corpo (especialmente ao redor dos olhos, nos músculos e articulações);
  • Mal-estar.

Para evitar as chances de infecção por gripe ou COVID-19, vacine-se conforme as recomendações do seu município, evite aglomerações e use álcool em gel para higienizar as mãos.

Em relação à dengue, é fundamental evitar focos de proliferação do mosquito que transmite a doença, em especial recipientes que possam acumular água.

Se estiver com sintomas mais graves, como falta de ar, ou se suspeitar que possa estar com dengue, busque ajuda médica e, claro, mantenha o distanciamento social, use máscara e lave frequentemente as mãos.

Para saber qual é o seu caso, o recomendado é marcar uma consulta com um médico. Este texto tem caráter apenas informativo.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais