Tudo Bahia
Portal de Notícias

WhatsApp: como desativar a sua conta? (caso de perda ou roubo)

O processo para desativar conta no WhatsApp é simples e rápido, mas precisa de muita atenção para não incorrer em erros. Saiba detalhes.

Existem vários motivos para alguém pensar em desativar a conta do WhatsApp, sejam eles para focar no trabalho, para descansar das redes sociais um pouco, enfim, inúmeras situações. Todavia, é ainda mais fundamental em caso de perdas ou roubo.

Vamos avaliar, desse modo, como é possível desativar sua conta de forma rápida e livrar-se de ter seus contatos e mensagens privadas utilizadas para fins ilícitos. O processo é simples e rápido, mas precisa de muita atenção para não incorrer em erros no momento de concluir a desativação.

Inicialmente, é importante salientar que o processo para desativação em casos de perdas, furtos e roubos torna-se diferente para a desativação apenas temporária. Acompanhe o passo a passo:

  • Primeiro, por você não ter acesso ao celular, não será possível entrar na plataforma. Desse modo, o proprietário da respectiva conta precisa enviar um e-mail para a equipe de suporte do App;
  • O endereço é [email protected] No e-mail, será necessário identificar “Perdido/Roubo”. Essa orientação encontra-se disponível no site do WhatsApp e nas políticas de uso do aplicativo. Manifeste o pedido que a conta seja desativada;
  • Será necessário inserir, no conteúdo do e-mail, o seu número. Será necessário colocar o código do país, +55 para o Brasil, o DDD de sua região e o número de telefone. Geralmente, a resposta é dada em até duas horas. Caso recupere o telefone ou aparelho, você terá até 30 dias para reativar a conta. Passo o prazo, a conta será definitivamente excluída do banco de dados.

Recuperei meu celular, o que faço?

Entre normalmente no WhatsApp e apenas refaça o processo de verificação do número. É importante que você faça contato com a operadora de telefonia móvel e peça o bloqueio do seu número de telefone.

Outra dica importante é criar o seu PIN. Ele é a garantia de que em várias situações. Inclusive, ao tentarem desbloquear usando o mesmo aparelho e número, o invasor não conseguirá devido à falta de conhecimento dos 4 dígitos que você cadastrou.

Busque números que não sejam óbvios e que não sigam uma sequência lógica. Até porque o PIN é uma espécie de senha e exige todas as recomendações para um código forte e seguro para o usuário.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais