Tudo Bahia
Portal de Notícias

Acha que seu WhatsApp foi clonado? Saiba descobrir com estes passos

Veja como agir caso suspeite que tem alguém querendo acessar seus dados do aplicativo de mensagens mais famoso do Brasil.

Antes de qualquer coisa, temos uma boa notícia: não é possível que alguém realmente clone seu WhatsApp sem que você perceba — o mais comum é alguém tentar acessar sua conta através de um novo login. A seguir, vamos apresentar algumas medidas a serem tomadas nessas situações. Confira:

1. Aviso de tentativa de ativação em outro celular

Como é quase impossível usar concomitantemente, em dois celulares, o mesmo número de WhatsApp, caso alguém consiga autenticar sua conta em outro aparelho, você deverá receber um alerta que seu número está sendo usado em um celular diferente.

Esse alerta irá pedir para verificar seu aparelho, aí, caso você toque em “Confirmar”, sua conta será reativada e o outro usuário não poderá usar.

O problema é tentar descobrir o que aconteceu, se seu chip foi clonado ou se você recebeu um código de seis dígitos sem pedir. Nesses casos, o melhor a fazer é entrar em contato com sua operadora.

2. Atividade anormal em sua conta

Fique atento se alguma coisa que você não fez pode ser identificada no seu app. Por exemplo, um áudio marcado como ouvido, sendo que você não tinha dado o play, ou mesmo se alguma mensagem foi enviada sem sua participação.

Nesse caso, além da possibilidade de clonagem, existe a chance de o WhatsApp web estar ativo em algum computador que você esqueceu de deslogar.

Nesse caso, a medida mais eficaz é entrar nas configurações do App, clicar em “WhatsApp Web” e sair de todos os computadores. Recomenda-se, também, que tal medida seja tomada uma vez por mês para garantir que ninguém esteja espionando o que você faz.

Para diminuir ainda mais a chance de ter problemas, ative a confirmação em duas etapas do WhatsApp e tenha um bom antivírus no seu celular.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais