Tudo Bahia
Portal de Notícias

Golpe do Pix agendado: confira como NÃO cair no esquema

Saiba como criminosos estão utilizando a ferramenta para roubar dinheiro e não caia no golpe do Pix agendado. Banco Central afirma que ferramenta é segura.

Um novo golpe vem chamando atenção nas redes sociais. Segundo depoimentos e relatos da imprensa, criminosos estão se aproveitando de uma nova ferramenta do Pix. No caso, a nova estratégia foi apelidada de golpe do Pix agendado.

Criminosos utilizam popularidade do Pix e facilidade na transferência de valores para retirar dinheiro de vítimas. Vale ressaltar que este não é o único golpe relacionado à ferramenta. Um golpe do Pix via WhatsApp também se tornou comum.

Golpe do Pix agendado: como funciona

O golpe do Pix agendado funciona de forma relativamente simples. O criminoso seleciona sua vítima e envia um comprovante de agendamento de Pix para conta da pessoa. Em seguida, ele entra em contato com a vítima afirmando que houve um engano e que o dinheiro repassado não seria para ela.

Depois, o golpista pede para que o dinheiro seja devolvido já que ele, teoricamente, enviaria o mesmo valor na data do agendamento do Pix. O criminoso então envia os dados do Pix para que a vítima faça a transferência. Assim que o dinheiro cai na conta, ele cancela o Pix agendado e corta o contato com quem caiu no esquema.

A vítima não consegue mais reaver o dinheiro já que a transferência do Pix é imediata e não há forma de retorno, por enquanto. Portanto, é preciso ter cuidado na hora de repassar qualquer valor e ter certeza de para quem o dinheiro será enviado.

Banco Central garante que Pix é seguro

Recentemente, o Banco Central (BC) fez um comunicado afirmando que o sistema é seguro e que o golpe do Pix agendado não seria possível. Segundo a instituição, é possível identificar quem fez o pagamento e quem recebeu o dinheiro. Ou seja, a movimentação de recursos seria rastreada. No entanto, não foram dados detalhes sobre como seria feita a restituição do dinheiro no caso de uma pessoa que caia no golpe.

Vale ressaltar que o BC também determinou uma nova regra em relação ao Pix agendado. A partir de 01 de setembro de 2021, todas as instituições financeiras do país com serviços de transferência de recursos devem ofertar o Pix agendado como uma das opções aos seus clientes.

O Pix agendado existe desde 2020, quando a ferramenta foi lançada pelo Banco Central. No entanto, nem todos os bancos habilitaram a opção já que ela concorre com outros serviços como o TED e o DOC.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais