Tudo Bahia
Portal de Notícias

Concurso PRF: diretor afirma que autorização deve sair em breve

O edital do concurso PRF (Polícia Rodoviária Federal) pode estar mais próximo do que esperávamos! Em live promovida na última sexta-feira (20/11), o diretor-executivo da corporação informou que o aval do certame deverá sair em breve. José Hott não sinalizou uma data específica para o anúncio oficial, mas ele disse que a autorização poderá acontecer ao longo dos próximos dias.

“Autorização do concurso deve sair em breve, estudem!”, confirmou o diretor da PRF após o fim da transmissão ao vivo. José Hott também explicou que a publicação do documento, mediada pelo Ministério da Economia, é requisito mínimo para o avanço das próximas etapas do concurso.

Concurso PRF: 2.000 vagas para a corporação

No dia 15 de outubro de 2020, o presidente da República confirmou a realização do concurso PRF para preencher 2.000 vagas efetivas. Jair Bolsonaro também disse que o edital provavelmente será divulgado em 2021.

“Estamos ultimando dois editais, que devem ser [publicados] a partir do ano que vem [2021], concursos para mais 2.000 policiais federais e mais 2.000 policiais rodoviários federais”, afirmou Bolsonaro durante live nas suas redes sociais.

Vale lembrar que a demanda por um novo concurso PRF não é de hoje. O Departamento da corporação já havia protocolado um pedido para 2.772 vagas novas vagas, especificamente nas carreiras de níveis médio e superior. As remunerações podem variar entre R$ 4.022,77 e R$ 10.357,88, dependendo do cargo pleiteado pelo candidato.

Concurso PRF: estabilidade garantida por Bolsonaro

Caso a reforma administrativa seja aprovada, inúmeras mudanças vão ser instituídas para os novos empossados em cargos públicos. Uma delas corresponde à limitação de estabilidade, já que o regime jurídico único poderá ser extinto nos próximos contratos.

No entanto, Jair Bolsonaro garantiu que a estabilidade será preservada para os aprovados nos concursos da Polícia Federal (PF) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Ambos os certames estão previstos para acontecer em 2021, com 2.000 vagas cada. Durante pronunciamento realizado no início de setembro de 2020, o presidente disse que as carreiras das duas corporações são “típicas de Estado”.

“Em uma parte do Executivo, está sendo feita a reforma administrativa. Algumas carreiras típicas de Estado continuarão sendo [estáveis], como a Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Advocacia Geral da União, etc..”, Bolsonaro explicou.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais