Tudo Bahia
Portal de Notícias

Aprenda a pedir a reativação do BPC e a atualização do CadÚnico

Quem teve o Benefício de Prestação Continuada bloqueado precisa pedir para reativar o seguro. E para que a reativação do BPC seja feita, o beneficiário deve atualizar seus dados no CadÚnico – Cadastro Único do Governo Federal.

Para fazer a atualização por plataforma digital, o cidadão deve ir até uma unidade do Cras – Centro de Referência em Assistência Social. Mas, antes de se encaminhar até lá, é necessário que ele cheque quais documentos serão necessários para a atualização cadastral. Ele pode fazer isso das seguintes formas:

  • Entrando no site do Ministério do Desenvolvimento Social;
    Selecionar a opção “Consulta Cidadão Cadastro Único” – para isso é necessário o nome completo, data de nascimento e nome da mãe do beneficiário;
    Clicar “emitir certidão”, qualquer problema será sinalizado na tela.
  • Existe também a opção de fazer o download do aplicativo “Meu CadÚnico”, disponível para celulares com sistema Android e iOS.
  • Ainda é possível checar os documentos via ligação telefônica pelo número 0800 707 2003, de segunda a sexta-feira das 7h às 19h e das 10h às 16h nos fim de semanas e feriados. A ligação é gratuita.

Toda vez que a família cadastrada no CadÚnico tiver mudanças de endereço, trabalho e outros a atualização deve ser solicitada no Cras do município onde vivem.

Suspensão e reativação do BPC

Em março deste ano, o Governo Federal suspendeu o BPC para famílias que estavam com a situação cadastral na Receita Federal (CadÚnico) desatualizada, por conta da pandemia do novo coronavírus.

Ontem (05/11), o Instituto Social do Seguro Social (INSS) responsável pelo benefício publicou no Diário Oficial da União (DOU) que os cidadãos que tiveram o BPC suspenso poderão pedir a sua reativação.

Após a atualização do CadÚnico é necessário que os beneficiários solicitem a reativação do BPC através no aplicativo Meu INSS ou da Central Telefônica 135. “Para desbloqueio do crédito ou reativação do benefício que tenha sido suspenso ou cessado, ou ainda, na hipótese de pagamento bloqueado, o interessado deverá realizar a solicitação junto ao INSS, por intermédio dos canais remotos disponíveis”, diz o texto da DOU.

Quem não consta na lista encaminhada ao Ministério da Cidadania terá o desbloqueio feito de maneira manual pelas unidades do INSS. Para quem teve os benefícios suspensos por não possuir a inscrição no CadÚnico também pode pedir a reativação do BPC, para isso é só fazer a solicitação no aplicativo Meu INSS (disponível para celulares com sistema Android, pela Play Store, e iOS, pela App Store).

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais