Tudo Bahia
Portal de Notícias

Beneficiários podem ter a 4ª parcela do auxílio emergencial negada

Os beneficiários do auxílio emergencial precisam ficar atentos às datas de pagamento e status da ajuda governamental, uma vez que podem ter a 4ª parcela negada. Isso porque, a Dataprev está reanalisando os cadastros todo mês antes do início dos pagamentos e bloqueando os valores de quem está fora dos critérios.

A medida foi tomada para evitar fraudes e depósitos indevidos. De acordo com dados oficiais, dois milhões de pessoas já tiveram o benefício cortado desde sua renovação, em abril de 2021. O pente-fino do governo sobre o auxílio foi anunciado logo quando esse foi autorizado.

Segundo a Controladoria Geral da União (CGU), bilhões de reais foram gastos em 2020 com pessoas que não eram elegíveis. Sendo assim, o objetivo do governo é evitar que isso ocorra novamente. A regra está valendo desde o primeiro pagamento e segue vigente para os meses de extensão também.

O que fazer se a 4ª parcela do auxílio emergencial for negada?

Antes de mais nada, os beneficiários precisam acessar o site da Dataprev e conferir, de acordo com o seu mês de nascimento, se a nova rodada será depositada. Se o resultado estiver como “elegível”, você receberá o pagamento. Mas se estiver como inelegível, você precisa verificar qual é a justificativa.

Em alguns casos, como de quem conseguiu emprego formal entre uma cota e outra, não será possível contestar. Já em caso de informações desatualizadas, por exemplo, será possível entrar com recurso. Dessa forma, se você teve a 4ª parcela do auxílio emergencial negada, basta clicar em “contestar”.

A solicitação será enviada automaticamente para uma nova análise do cadastro. Vale ressaltar que os beneficiários tem um prazo de até 10 dias úteis depois do bloqueio para entrar com recurso.

Os pagamentos da 4ª parcela foram antecipados

Para quem não teve a 4ª parcela do auxílio emergencial negada, os pagamentos já estão sendo realizados. Assim como as três cotas anteriores, esta teve seu calendário antecipado para o público em geral. Até agora, quem recebeu os valores foram os nascidos entre janeiro e agosto. Os depósitos continuam a partir de amanhã para os aniversariantes dos meses de:

  • Setembro: 27 de julho de 2021;
  • Outubro: 28 de julho de 2021;
  • Novembro: 29 de julho de 2021;
  • Dezembro: 30 de julho de 2021.

Com o adiantamento da rodada de julho, o governo deve pagar a 5ª parcela em agosto, provavelmente, na segunda quinzena do mês. Os beneficiários que recebem pelo Bolsa Família já tiveram o calendário liberado de acordo com o dígito final do Número de Identificação Social:

  • 1: 18 de agosto de 2021;
  • 2: 19 de agosto de 2021;
  • 3: 20 de agosto de 2021;
  • 4: 23 de agosto de 2021;
  • 5: 24 de agosto de 2021;
  • 6: 25 de agosto de 2021;
  • 7: 26 de agosto de 2021;
  • 8: 27 de agosto de 2021;
  • 9: 30 de agosto de 2021;
  • 0: 31 de agosto de 2021.
LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais