Tudo Bahia
Portal de Notícias

Qual é a capital com a gasolina mais barata do país? Descubra aqui

Quais seriam os moradores sortudos que, no meio da maior alta de combustível dos últimos anos, podem pagar o menor preço pela gasolina?

Nos últimos 12 meses, a gasolina já acumula uma alta superior a 30% e isso não afeta apenas o bolso de quem usa o carro para trabalhar. Como o Brasil se locomove sobre rodas, o aumento dos combustíveis acaba tendo um efeito cascata e colaborando para a subida dos preços de diversos itens, incluindo alimentos e vestuários.

No meio dessa escalada de preços dos derivados do petróleo, Macapá (AP) se destaca por ter a gasolina mais barata do Brasil. Segundo um levantamento realizado pela Agência Nacional do Petróleo e Gás Natural (ANP), o preço mínimo aplicado na capital amapaense (entre os dias 8 e 13 de abril) era de R$ 6,390 por litro.

Quais os motivos que explicam esse preço baixo:

  • Primeiro, desde 2015, a alíquota do ICMS para gasolina comum no Amapá é de 25%. Isso significa que o estado tem um dos menores percentuais entre seus pares;
  • Outro fator importante é que, desde 1993, existe a Área de Livre Comércio de Macapá e Santana (ALCMS) que diminui as cobranças de Cofins, PIS e CID do álcool anidro. Como a gasolina vendida do posto tem 27% desse produto, ele representa mais de 40% do valor pago pelo consumidor na bomba, então sua desoneração acaba baixando o preço do combustível.

Aproveitando que falamos de álcool, você sabe como escolher se utiliza essa opção ou gasolina? Tem uma conta que pode facilitar sua vida: para o álcool ser mais vantajoso que a gasolina, ele deve custar menos de 70% do valor dessa última.

Então, na hora de abastecer, basta dividir o preço do álcool pelo da gasolina e ver o resultado. Se ele for inferior a 0,7 é mais vantagem utilizar o derivado da cana-de-açúcar, caso contrário, vá com o derivado de petróleo mesmo.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais