Tudo Bahia
Portal de Notícias

Quais são os animais mais raros do mundo? Confira lista com 5 deles

Características que são impressionantes e um número reduzido de indivíduos. Esses bichos são, sem dúvida, únicos.

A natureza é repleta de espécies incríveis e algumas delas, mesmo que surpreendentes, são comuns. Um exemplo disso é a famosa abelha, sua organização, capacidade de construção e importância ambiental são incríveis, mas praticamente todo ser humano já teve a oportunidade de olhar esse inseto bem de perto.

Por outro lado, existem animais que pela sua própria raridade já podem ser considerados incríveis. Nesse caso, somente alguns poucos sortudos tiveram a oportunidade de interagir com indivíduos dessas espécies e, ainda bem, puderam catalogá-los para que conseguíssemos saber de sua existência.

Para exemplificar a riqueza da nossa biosfera, separamos cinco entre os animais mais raros do mundo. Veja a lista a seguir:

1. Musaranho-Elefante

Essa espécie foi considerada extinta por mais de cinco décadas, até que, em 1919, foi fotografada no Djibouti, no leste africano. Pesando apenas 28g e podendo atingir impressionantes 30 km/h, seu nome faz referência ao nariz em forma de tromba que ele usa para caçar formigas.

2. Macaco sem nariz de Mianmar

Esse primata possui barba, longas caudas, orelhas com pontas brancas e um rosto estranhamente humanoide. Atualmente, existem cerca de 100 indivíduos vivendo na China e ameaçados pelas construções de estradas em seus habitats.

3. Aye-aye

Parente dos lêmures e existente apenas em Madagascar, esse animal foi vítima de caçadas desenfreadas que quase fizeram a espécie desaparecer.

4. Orangotango de Sumatra

Habitantes da ilha que lhes dá nome, os primatas dessa espécie viram sua população despencar 80% em apenas 75 anos. Caso a exploração irresponsável de madeira em seu habitat não seja controlada, pode ser que a espécie não tenha muito tempo de vida.

5. Rafetus swinhoei

A mais rara espécie da lista, essa raça de tartaruga possui apenas três exemplares conhecidos. Considerando que a última fêmea morreu em 2019, caso não tenhamos a sorte de encontrar outra, esses animais estão condenados à extinção.

A riqueza natural da vida na Terra é incrível, mas, infelizmente, vemos sua diminuição a cada dia, principalmente devido a fatores humanos, como poluição e devastação. Caso o quadro não se altere, a humanidade será responsável por uma redução assustadora da biodiversidade planetária.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais