Tudo Bahia
Portal de Notícias

Confira 4 atitudes tóxicas que dizem muito sobre um relacionamento

Relacionamentos não são perfeitos. Mas, devemos ficar atento para quando se torna algo desagradável e prejudicial.

Se relacionar com outra pessoa nem sempre é um desafio fácil de se cumprir. Obstáculos podem surgir de todos os lugares, mesmo que daquela pessoa com que você divide a relação. É fundamental ver como o seu parceiro age e entender se ele está tendo uma atitude normal, do cotidiano, ou então está com um comportamento tóxico.

Comportamentos tóxicos são o estopim para o fim de um relacionamento. Por isso, você deve estar sempre atento para identificar esses sinais que entregam a toxicidade.

1) Querer saber o tempo todo onde a pessoa estava

Muitos consideram isso uma atitude normal. Afinal, a contraparte quer apenas ter a certeza de que você está bem. Entretanto, esse comportamento em excesso se revela tóxico, pois um dos envolvidos do relacionamento pode estar querendo dominar o que a outra faz ou deixa de fazer.

2) Não falar o que pensa e “engolir sapo”

Por vezes, para evitar maiores estresses no relacionamento, optamos por não falar o que realmente pensamos. Essa atitude, também chamado de “engolir sapo”, pode ajudar a evitar conflito, porém faz com que você ou seu parceiro tenha conflitos internos.

E esses conflitos internos podem acabar estourando durante alguma pequena discussão, se tornando um grande problema depois.

3) Compensar erros com presentes

Errar, se arrepender e pedir desculpas são etapas naturais dentro de uma relação. Mas, fique atento: querer compensar os erros cometidos com presentes e viagens, sem pedir desculpas verdadeiras, é um sinal de toxicidade.

Admitir que errou é resolver as pendências e não deixar nada subentendido.

4) Apontar defeitos constantemente

Sinceridade é a base para um namoro/casamento duradouro e verdadeiro. Entretanto, apontar constantemente os defeitos, físicos ou comportamentais, do parceiro é um sinal claro de o relacionamento não está indo tão bem.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais