Tudo Bahia
Portal de Notícias

Estes 6 alimentos ajudam na concentração e você não sabia

Está com dificuldades para manter o foco? A sua alimentação pode ajudar a resolver o problema.

Quem é que, de vez em quando, não sente uma certa dificuldade para prestar atenção em assuntos do cotidiano e manter o foco? A verdade é que nosso cérebro precisa desses momentos de desatenção de tempos em tempos, mas, quando a falta de concentração se torna um problema, é preciso avaliarmos cada caso com mais cuidado.

Alguns hábitos relacionados ao estilo de vida podem afetar diferentemente a sua capacidade de manter o foco. Dormir bem, praticar atividades físicas, tomar bastante água e evitar o consumo de bebidas alcoólicas são ajustes simples e que podem colaborar para que a sua mente não se disperse ao longo do dia.

Além disso, cuidar da alimentação também é importante, afinal os alimentos nos dão energia para que o corpo realize todas as suas funções de maneira adequada.

Pensando nesse aspecto, conversamos com a nutricionista Hortência Kettelen Souza Luz, graduada pela Universidade Federal de Goiás e membro da equipe de residência em Terapia Intensiva no Hospital das Clínicas da mesma instituição (HC / UFG).

Como a alimentação pode colaborar com a concentração

À nossa equipe, Hortência explicou que, de fato, a nossa alimentação afeta diretamente os aspectos relacionados à função cognitiva do cérebro. De acordo com ela, “a alimentação adequada pode ajudar a otimizar e desenvolver o aprendizado”.

Segundo a nutricionista, existem alguns fatores que podem influenciar a saúde do cérebro, como estresse e carga genética. De qualquer forma, ela nos aconselha a focar em um cardápio rico em proteínas, gorduras saudáveis (ácidos graxos ômega-3 e 6) e carboidratos.

Os alimentos que a nutricionista elencou como capazes de ajudar a manter uma boa saúde cerebral foram:

  1. Macarrão integral;
  2. Pão integral;
  3. Arroz integral;
  4. Milho;
  5. Mandioca;
  6. Batata-doce.

A preferência pelos carboidratos complexos, ou seja, integrais, está no fato de que eles demoram mais para serem digeridos, promovem a sensação de saciedade e melhoram também a função intestinal. A baixa ingesta de carboidratos pode provocar sensação de falta de energia, fadiga, inquietação e falta de atenção.

Vale lembrar que, para ter uma orientação nutricional adequada para o seu caso, é fundamental marcar uma consulta com um profissional dessa área. Além disso, caso a falta de foco prejudique sua vida em aspectos profissionais ou acadêmicos, é importante buscar ajuda de um médico psiquiatra ou neurologista.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais