Tudo Bahia
Portal de Notícias

Casos de coronavírus no Brasil passam de 100 mil, com 7.025 mortes

Conforme o boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, ao menos 101.147 pessoas foram confirmadas com coronavírus no Brasil. Os dados foram divulgados no último domingo (03/05). Além disso, 4.588 novas ocorrências foram registradas somente nas últimas 24 horas.

A taxa de letalidade de coronavírus no Brasil, que corresponde à relação entre mortes por casos confirmados, é de 6,9%. Todos os estados brasileiros contemplam óbitos pela COVID-19, perfazendo um total de 7.025. Ao menos 1.364 estão sob investigação.

O Brasil acabou se tornando, dessa maneira, o nono país do mundo com o maior número de casos de coronavírus e o sétimo em mortes confirmadas. De acordo com informações divulgadas pela Universidade de Johns Hopkings, o país alcançou a Alemanha no quantitativo.

Coronavírus no Brasil: estados com maior número de casos

São Paulo permanece sendo o estado com o maior número de casos de coronavírus no Brasil (31.772 registros confirmados e 2.627 mortes). Na sequência, temos Rio de Janeiro, Pernambuco, Ceará e Amazonas.

O governo brasileiro também divulgou que 42.991 pessoas já estão completamente recuperadas do coronavírus. Isso equivale a 42% do número de casos registrados. Ainda conforme o Ministério da Saúde, há 51.131 pessoas em acompanhamento.

Ministro da Saúde acompanha de perto a situação de Amazonas

Amazonas está enfrentando dificuldades para lidar com as pessoas que precisam de leitos hospitalares. O estado possui um dos sistemas de saúde com a situação mais crítica atualmente, sendo que não consegue dar conta de atender todos os pacientes. São 6.683 casos confirmados e 548 mortes por coronavírus.

Por essa razão, o novo ministro da Saúde, Nelson Teich, atualmente se encontra em Manaus. Ele está participando de uma reunião com o governador de Amazonas, Wilson Lima, e com o prefeito da capital, Arthur Virgílio.

Cerca de 267 profissionais da saúde passam a atuar em Amazonas a partir desta segunda-feira (04/05). São 37 Médicos, 118 Enfermeiros, 51 Técnicos em Enfermagem, 26 Fisioterapeutas, 12 Farmacêuticos e 17 Biomédicos.

Transmissão comunitária

O Ministério da Saúde deixou de divulgar o número de casos suspeitos desde o dia 19 março de 2020. Além disso, os representantes da pasta chegaram a cogitar que existem situações de transmissão comunitária em todo o território nacional.

Esse fenômeno ocorre quando não se pode mais identificar a origem da contaminação. O que isso significa? Que o vírus está circulando livremente na população, sem necessariamente depender de casos importados ou de transmissão local.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais