Tudo Bahia
Portal de Notícias

Auxílio emergencial: só 56% dos cadastrados vão receber as 4 parcelas de R$ 300

De acordo com o Ministério da Cidadania, apenas 56% dos brasileiros que receberam o auxílio emergencial de R$ 600 — e não fazem parte do programa Bolsa Família — continuarão a receber as novas parcelas de R$ 300. A primeira parcela do novo valor, inclusive, já começou a ser paga na última quarta-feira 30 de setembro.

Os 21 milhões de beneficiários do Bolsa Família foram os primeiros a receber a extensão do auxílio. A Caixa Econômica Federal já liberou o novo calendário de pagamento, que continua a seguir o mês de nascimento dos contemplados. 

Segundo as regras, só os cidadãos cadastrados no auxílio emergencial que começaram a receber o valor de R$ 600 em abril receberão as quatro parcelas de R$ 300. Isso se dá porque o auxílio só será pago até 31 de dezembro deste ano, e não terá prorrogação segundo o presidente Jair Bolsonaro. Sendo assim, quem começou a receber em maio terá mais 3 parcelas, em junho mais 2 e em julho mais uma. 

Novos critérios do auxílio emergencial

A Caixa Econômica Federal mudou os critérios para renovação do auxílio. A partir de agora, o cidadão que possui indicativo de óbito nas bases de dados do governo federal; tenha menos de 18 anos (salvo mães adolescentes); está preso em regime fechado; tenha declarado ou sido declarado como dependente de Imposto de Renda de Pessoa Física (IPRF) de 2019 (a regra anterior era baseado no IPRF 2018); tenha recebido, no ano de 2019, mais de 40 mil em rendimentos; tenha posse de propriedades num total de R$ 300 mil reais ou mais; more no exterior; tenha recebido rendimento acima de R$ 28.559,70 em 2018; tenha renda mensal acima de meio salário mínimo por pessoa ou renda familiar mensal total de mais de três salários mínimos; tenha recebido benefício previdenciário, seguro desemprego ou outro programa de auxílio federal após o cadastro no auxílio emergencial; tenha assinado contrato de trabalho (CLT) recentemente está excluído do benefício. 

Primeira Fase de pagamentos

Mais de 67 milhões de brasileiros foram contemplados na primeira fase do programa de auxílio do Governo Federal. Só em setembro, 43,3 milhões de beneficiários receberam a parcela de R$ 600, que totalizou para união um investimento de R$ 13, 3 bilhões de reais. 

Os pagamentos foram feitos através do aplicativo Caixa Tem, desenvolvido pela DataPrev (empresa estatal), por meio de uma poupança social digital. Atualmente, o contribuinte que optou por receber o FGTS Emergencial também está recebendo pela poupança digital.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais