Tudo Bahia
Portal de Notícias

Auxílio emergencial é pago hoje a 5,1 milhões de pessoas. Veja quem recebe

A Caixa Econômica Federal vai liberar nesta quarta-feira, 25 de novembro, uma nova parcela do auxílio emergencial para 5,1 milhões de pessoas, incluindo os beneficiários do programa social Bolsa Família.

A parcela pode ser de R$ 300 ou R$ 600 para quem recebe cota em dobro, no caso de mães chefe de família.

O cronograma de pagamento do Bolsa Família é feito com base no número do NIS (Número de Identificação Social). A parcela de hoje (25/11) será creditada para o final 7.

Os inscritos no Bolsa Família poderão garantir a quantia em espécie nas agências da Caixa Econômica Federal, rede de lotéricas e correspondentes bancários. Lembrando que não é necessário fazer nenhum tipo de solicitação especial para continuar recebendo o dinheiro. O calendário da 8ª parcela do Bolsa Família segue até 30 de novembro.

Demais beneficiários do auxílio residual também recebem o depósito em poupança digital, sendo:

  • 8ª parcela para nascidos em março e que receberam a primeira cota em abril
  • 7ª parcela para nascidos em março e que receberam a primeira cota em maio
  • 6ª parcela para nascidos em março e que receberam a primeira cota em junho
  • 3ª parcela para nascidos em março e que contestaram o auxílio entre os dias 20 de julho a 25 de agosto de 2020

Confira abaixo todos os calendários atualizados de pagamento do auxílio emergencial:

8ª parcela do auxílio emergencial para os inscritos no Bolsa Família

Data do pagamentoBeneficiário do Bolsa Família
17 de novembroNIS final 1
18 de novembroNIS final 2
19 de novembroNIS final 3
20 de novembroNIS final 4
23 de novembroNIS final 5
24 de novembroNIS final 6
25 de novembroNIS final 7
26 de novembroNIS final 8
27 de novembroNIS final 9
30 de novembroNIS final 0

9ª parcela do auxílio emergencial para os inscritos no Bolsa Família

Também já estamos adiantando o calendário da nona parcela, assim você poderá se programar para quando sair. Esta, por enquanto, será a última parcela do auxílio emergencial para os inscritos no Bolsa Família. Veja:

Data do pagamentoBeneficiário do Bolsa Família
10 de dezembroNIS final 1
11 de dezembroNIS final 2
14 de dezembroNIS final 3
15 de dezembroNIS final 4
16 de dezembroNIS final 5
17 de dezembroNIS final 6
18 de dezembroNIS final 7
21 de dezembroNIS final 8
22 de dezembroNIS final 9
23 de dezembroNIS final 0

Outras parcelas do auxílio emergencial

Os pagamentos para grupos que não fazem parte do programa social Bolsa Família também serão feitos em novembro.

O calendário completo com todas as datas de pagamento é o seguinte:

8ª parcela para quem recebeu a primeira cota em abril

Mês de aniversário (beneficiário)Data para depósito em poupança digitalData para liberação de saques
Nascidos em janeiro22/1119/12
Nascidos em fevereiro23/1119/12
Nascidos em março25/1104/01 (2021)
Nascidos em abril27/1106/01 (2021)
Nascidos em maio29/1111/01 (2021)
Nascidos em junho30/1113/01 (2021)
Nascidos em julho02/1215/01 (2021)
Nascidos em agosto04/1218/01 (2021)
Nascidos em setembro06/1220/01 (2021)
Nascidos em outubro09/1222/01 (2021)
Nascidos em novembro11/1225/01 (2021)
Nascidos em dezembro12/1227/01 (2021)

9ª parcela para quem recebeu a primeira cota em abril

Mês de aniversário (beneficiário)Data para depósito em poupança digitalData para liberação de saques
Nascidos em janeiro13/1219/12
Nascidos em fevereiro13/1219/12
Nascidos em março14/1204/01 (2021)
Nascidos em abril16/1206/01 (2021)
Nascidos em maio17/1211/01 (2021)
Nascidos em junho18/1213/01 (2021)
Nascidos em julho20/1215/01 (2021)
Nascidos em agosto20/1218/01 (2021)
Nascidos em setembro21/1220/01 (2021)
Nascidos em outubro23/1222/01 (2021)
Nascidos em novembro28/1225/01 (2021)
Nascidos em dezembro29/1227/01 (2021)

Calendário do auxílio emergencial para quem recebeu a primeira cota em maio

7ª parcela para quem recebeu a primeira cota em maio

Mês de aniversário (beneficiário)Data para depósito em poupança digitalData para liberação de saques
Nascidos em janeiro22/1119/12
Nascidos em fevereiro23/1119/12
Nascidos em março25/1104/01 (2021)
Nascidos em abril27/1106/01 (2021)
Nascidos em maio29/1111/01 (2021)
Nascidos em junho30/1113/01 (2021)
Nascidos em julho02/1215/01 (2021)
Nascidos em agosto04/1218/01 (2021)
Nascidos em setembro06/1220/01 (2021)
Nascidos em outubro09/1222/01 (2021)
Nascidos em novembro11/1225/01 (2021)
Nascidos em dezembro12/1227/01 (2021)

8ª parcela para quem recebeu a primeira cota em maio

Mês de aniversário (beneficiário)Data para depósito em poupança digitalData para liberação de saques
Nascidos em janeiro13/1219/12
Nascidos em fevereiro13/1219/12
Nascidos em março14/1204/01 (2021)
Nascidos em abril16/1206/01 (2021)
Nascidos em maio17/1211/01 (2021)
Nascidos em junho18/1213/01 (2021)
Nascidos em julho20/1215/01 (2021)
Nascidos em agosto20/1218/01 (2021)
Nascidos em setembro21/1220/01 (2021)
Nascidos em outubro23/1222/01 (2021)
Nascidos em novembro28/1225/01 (2021)
Nascidos em dezembro29/1227/01 (2021)

Calendário para quem recebeu a primeira cota em junho

5ª parcela para quem recebeu a primeira cota em junho

Mês de aniversário (beneficiário)Data para depósito em poupança digitalData para liberação de saques
Nascidos em janeiro e fevereiro16/1126/11
Nascidos em março e abril18/1101/12
Nascidos em maio e junho20/1103/12
Nascidos em julho e agosto23/1108/12
Nascidos em setembro e outubro27/1110/12
Nascidos em novembro e dezembro30/1115/12
6ª parcela para quem recebeu a primeira cota em junho
Mês de aniversário (beneficiário)Data para depósito em poupança digitalData para liberação de saques
Nascidos em janeiro22/1119/12
Nascidos em fevereiro23/1119/12
Nascidos em março25/1104/01 (2021)
Nascidos em abril27/1106/01 (2021)
Nascidos em maio29/1111/01 (2021)
Nascidos em junho30/1113/01 (2021)
Nascidos em julho02/1215/01 (2021)
Nascidos em agosto04/1218/01 (2021)
Nascidos em setembro06/1220/01 (2021)
Nascidos em outubro09/1222/01 (2021)
Nascidos em novembro11/1225/01 (2021)
Nascidos em dezembro12/1227/01 (2021)

7ª parcela para quem recebeu a primeira cota em junho

Mês de aniversário (beneficiário)Data para depósito em poupança digitalData para liberação de saques
Nascidos em janeiro13/1219/12
Nascidos em fevereiro13/1219/12
Nascidos em março14/1204/01 (2021)
Nascidos em abril16/1206/01 (2021)
Nascidos em maio17/1211/01 (2021)
Nascidos em junho18/1213/01 (2021)
Nascidos em julho20/1215/01 (2021)
Nascidos em agosto20/1218/01 (2021)
Nascidos em setembro21/1220/01 (2021)
Nascidos em outubro23/1222/01 (2021)
Nascidos em novembro28/1225/01 (2021)
Nascidos em dezembro29/1227/01 (2021)

Calendário para os que se cadastraram entre os dias 17 de junho e 04 de julho de 2020

4ª/5ª parcelas para os que se cadastraram entre os dias 17 de junho e 04 de julho de 2020

Mês de aniversário (beneficiário)Data para depósito em poupança digitalData para liberação de saques
Nascidos em janeiro e fevereiro16/1126/11
Nascidos em março e abril18/1101/12
Nascidos em maio e junho20/1103/12
Nascidos em julho e agosto23/1108/12
Nascidos em setembro e outubro27/1110/12
Nascidos em novembro e dezembro30/1115/12

Calendário para os que se cadastraram via Correios entre 08 de junho e 02 de julho de 2020

4ª/5ª parcelas para os que se cadastraram via Correios entre os dias 08 de junho e 02 de julho de 2020

Mês de aniversário (beneficiário)Data para depósito em poupança digitalData para liberação de saques
Nascidos em janeiro e fevereiro16/1126/11
Nascidos em março e abril18/1101/12
Nascidos em maio e junho20/1103/12
Nascidos em julho e agosto23/1108/12
Nascidos em setembro e outubro27/1110/12
Nascidos em novembro e dezembro30/1115/12

Calendário para os que contestaram o auxílio entre os dias 20 de julho a 25 de agosto de 2020

3ª parcela para os que contestaram o auxílio entre os dias 20 de julho a 25 de agosto de 2020

Mês de aniversário (beneficiário)Data para depósito em poupança digitalData para liberação de saques
Nascidos em janeiro22/1119/12
Nascidos em fevereiro23/1119/12
Nascidos em março25/1104/01 (2021)
Nascidos em abril27/1106/01 (2021)
Nascidos em maio29/1111/01 (2021)
Nascidos em junho30/1113/01 (2021)
Nascidos em julho02/1215/01 (2021)
Nascidos em agosto04/1218/01 (2021)
Nascidos em setembro06/1220/01 (2021)
Nascidos em outubro09/1222/01 (2021)
Nascidos em novembro11/1225/01 (2021)
Nascidos em dezembro12/1227/01 (2021)

4ª e 5ª parcelas para os que contestaram o auxílio entre os dias 20 de julho a 25 de agosto de 2020

Mês de aniversário (beneficiário)Data para depósito em poupança digitalData para liberação de saques
Nascidos em janeiro13/1219/12
Nascidos em fevereiro13/1219/12
Nascidos em março14/1204/01 (2021)
Nascidos em abril16/1206/01 (2021)
Nascidos em maio17/1211/01 (2021)
Nascidos em junho18/1213/01 (2021)
Nascidos em julho20/1215/01 (2021)
Nascidos em agosto20/1218/01 (2021)
Nascidos em setembro21/1220/01 (2021)
Nascidos em outubro23/1222/01 (2021)
Nascidos em novembro28/1225/01 (2021)
Nascidos em dezembro29/1227/01 (2021)

Auxílio emergencial: quantidade de parcelas até dezembro

Com a prorrogação do auxílio emergencial no valor de R$ 300 somente até final de dezembro, nem todos os beneficiários terão direito às nove parcelas até o final de 2020.

A quantidade de cotas a receber depende de quando o cidadão começou a receber a primeira parcela de R$ 600.

Confira abaixo quantas cotas você poderá receber:

  • Quem recebeu a primeira parcela em abril de 2020: nove cotas (cinco de R$ 600 e quatro de R$ 300);
  • Quem recebeu a primeira parcela em maio de 2020: oito cotas (cinco de R$ 600 e três de R$ 300);
  • Quem recebeu a primeira parcela em junho de 2020: sete cotas (cinco de R$ 600 e duas de R$ 300);
  • Quem recebeu a primeira parcela em julho de 2020: seis cotas (cinco de R$ 600 e uma de R$ 300).

Novas regras do auxílio emergencial

Com a prorrogação do auxílio até dezembro, o Ministério da Cidadania liberou novas regras para concessão do benefício. Deixam de ter direito ao auxílio emergencial:

  • Quem veio a falecer (descendentes não receberão as parcelas);
  • Quem tem menos de 18 anos (exceto mães);
  • Conseguiu emprego durante os pagamentos do auxílio emergencial;
  • Preso em regime fechado;
  • Mora fora do Brasil;
  • Até 31 de dezembro de 2021, tinha bens de qualquer natureza em valores superiores a R$ 300 mil;
  • Recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 no ano de 2019;
  • Ganhe mais de meio salário mínimo e a renda da família seja maior que três salários;
  • Recebeu algum tipo de benefício, exceto Bolsa Família (previdência, seguro-desemprego, entre outros).

Renda Cidadã é cancelado; Bolsa Família pode ser ampliado

Segundo informações preliminares, o governo federal teria cancelado o programa Renda Cidadã por tempo indeterminado. Com isso, a equipe econômica pensa em ampliar os repasses atuais do Bolsa Família para mais beneficiários. Hoje, o programa atende 14,2 milhões de unidades familiares.

O governo acredita que pelo menos três milhões de brasileiros vão precisar continuar recebendo algum tipo de assistência a partir do começo de 2021, já que os repasses do auxílio emergencial possivelmente vão deixar de existir.

O auxílio, que foi transferido durante a pandemia da COVID-19, garantiu recursos para mais de 67 milhões de pessoas. Até o final de 2020, o auxílio emergencial vai ter um custo estimado em R$ 590 bilhões para os cofres públicos.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais