Tudo Bahia
Portal de Notícias

Abono PIS/Pasep esquecido de 2019 e 2020: veja regras e quem pode sacar

O prazo para requerer o abono PIS/Pasep esquecido começaria em fevereiro, mas o governo adiou para a partir do dia 31 de março.

Trabalhadores que não sacaram o abono salarial PIS/Pasep de ano-base de 2019 ou 2020 ainda podem solicitar os valores “esquecidos”. Para ambos os públicos, a nova chance para o saque vai até o fim deste ano.

O prazo para requerer o abono PIS/Pasep esquecido de 2019 começaria em fevereiro, mas o governo adiou para a partir do dia 31 de março.

Vale notar que esse lote é diferente do liberado neste ano de 2022, referente ao ano-base 2020, cujo calendário oficial de pagamentos começou no dia 8 de fevereiro, com possibilidade de saque até o dia 29 de dezembro. Em nossa matéria, você confere como sacar ambos os benefícios (2019 e 2020).

Como sacar o abono PIS/Pasep esquecido de 2019

Para sacar os valores “esquecidos” do PIS/Pasep de 2019, o trabalhador precisa fazer uma requisição formal de reemissão. A solicitação pode ser feita das seguintes formas:

  • Presencial em uma das unidades regionais do Ministério do Trabalho. O trabalhador precisa levar um documento com foto, ou;
  • Remota, enviando um e-mail para trabalho.uf@economia.gov.br. No lugar do “uf” o trabalhador deve colocar a sigla do estado onde reside.

Com o pedido reemissão feito, o trabalhador terá até o dia 29 de dezembro de 2022 para sacar o valor. Caso, não faça o saque dentro desse prazo, ele somente poderá fazê-lo no calendário do próximo ano, solicitando novamente a remissão.

Como sacar o abono PIS/Pasep esquecido de 2020

Como os pagamentos do abono de 2020 ocorreram neste ano de 2022, não será necessário solicitar o resgate dos valores. Até porque, conforme regras do benefício, o abono PIS/Pasep do ano-base de 2020 ainda pode ser sacado até o dia 29 de dezembro de 2022, sem necessidade e efetuar qualquer procedimento adicional para solicitação.

Veja como é possível sacar o abono salarial de 2020:

  • Para trabalhadores da iniciativa privada, é possível realizar o saque nas agências da Caixa, desde que levem o número do PIS e documento oficial com foto. O dinheiro é depositado automaticamente aos que já possuem conta no banco ou poupança digital pelo app Caixa Tem;
  • Se o beneficiário do PIS tiver cartão cidadão, também poderá retirar o dinheiro nos caixas eletrônicos, lotéricas e, também, nos postos “Caixa Aqui”;
  • Para os servidores públicos (Pasep), será necessário comparecer em qualquer agência do Banco do Brasil, desde que levem documento oficial com foto.

Quem tem direito ao abono PIS/Pasep esquecido

Trabalhadores que receberam, em média, até dois salários mínimos mensais com carteira assinada e exerceu atividade remunerada durante, pelo menos, 30 dias naquele ano em específico (2019 ou 2020).

É necessário que esses trabalhadores já tenham sido inscritos no PIS/Pasep há pelo menos 5 anos. Além disso, os dados devem ser atualizados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais) ou eSocial, conforme categoria da empresa.

O PIS é destinado aos trabalhadores do setor privado, que fazem o saque do abono na Caixa Econômica Federal. Já o Pasep é destinado aos servidores públicos e pago no Banco do Brasil.

Como consultar o abono PIS/Pasep

Para saber se tem direito ao abono salarial, os trabalhadores devem fazer a consulta pelo telefone 158 ou pelo aplicativo Carteira de Trabalho Digital (Android e iOS).

Caso o trabalhador já tenha o aplicativo, é preciso que ele faça a atualização.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais