Tudo Bahia
Portal de Notícias

Conta-corrente para menor de idade: onde abrir, como funciona

Existe, através de bancos tradicionais, a possibilidade de abertura de contas. Porém, com muito mais burocracia e, na maioria das vezes, são contas limitadas à poupança. Os bancos digitais, por outro lado, estão inovando e saindo à frente com a modalidade Kids, que é conta-corrente para uma turma mais nova.

Muitos bancos estão aderindo a ideia, haja vista que a carteira de clientes aumenta significativamente quando se agrega a turma mais jovem. Cada vez mais jovens entre 15 e 16 anos estão ganhando dinheiro no mercado digital. Isso possibilita uma movimentação cada vez mais crescente do mercado.

Alguns bancos digitais estão facilitando a abertura dessas contas e proporcionando aos jovens a possibilidade de gerenciamento e, sobretudo, investimentos do próprio dinheiro. Vamos elencar alguns destes bancos digitais que possibilitam a abertura dessas contas.

Conta-corrente no Banco Inter

O banco Inter saiu na frente desde meados do final de 2019 e início de 2020, através do Conta Kids que oferece abertura de conta-corrente para crianças e adolescentes. O banco explicou à época que a intenção era fazer com que os pais contassem com um recurso a mais na educação financeira dos filhos.

O processo de abertura da conta-corrente é totalmente desburocratizado, não tem custos e, ainda, oferece a possibilidade de investimento em renda fixa. Para abrir a conta, basta baixar o aplicativo do banco Inter e preencher com os dados do menor (RG e CPF). Também é feita uma solicitação dos dados do responsável pelo menor.

Outra instituição bancária que investiu no novo mercado para crianças e adolescentes foi a Next Joy. Ela foi além e tornou mais didático o processo de aprendizado sobre finanças. De forma criativa e ousada, eles passaram a oferecer figuras da Marvel e Disney para que as crianças aprendessem a lidar com o dinheiro de forma divertida, mas não menos responsável.

Uma série de vídeos educativos, trilhas sonoras e textos, que se adaptam a idade do usuário, explicam como fazer investimentos, poupar dinheiro e demais disciplinas na educação financeira. Ao mesmo tempo, os pais das crianças podem acompanhar tudo de forma que o monitoramento exercido fica no controle familiar. As crianças passam a receber brindes e algumas recompensas pelas metas alcançadas.

Outras plataformas de marketplace também oferecem os serviços como o PicPay. Mas bancos tradicionais como Bradesco e Brasil, também possuem serviços de abertura de contas para crianças e adolescentes.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais